Mais do que você gosta.

Publicidade

Sucesso mundial

Inventando Anna e mais produções da Netflix baseadas em crimes reais

Filmes, séries e documentários sobre assassinatos, golpes e muito mais

Publicado por Alexandre Guglielmelli

15/02/2022 20:00

Inventando Anna faz um ótimo trabalho ao adaptar para as telas a história real da criminosa Anna Delvey – ou Anna Sorokin – famosa por aplicar golpes milionários nos ricos e famosos de Nova York. Se você curtiu a trama, a Netflix conta com muitas outras produções baseadas em crimes reais, entre filmes, séries e documentários. Listamos abaixo as 7 melhores sugestões para assistir em seguida; veja.

“Empreendedora audaciosa ou golpista? Uma jornalista conta a história de Anna Delvey, que convenceu a elite de Nova York de que era uma herdeira alemã”, afirma a sinopse de Inventando Anna na Netflix.

Continua depois da publicidade

A produção de Shonda Rhimes – criadora de Grey’s Anatomy e Bridgerton – traz Julia Garner, a Ruth de Ozark, como Anna Delvey. A atriz dá um show como a golpista, e tem tudo para ganhar mais uma indicação ao Emmy.

O elenco de Inventando Anna traz também Anna Chlumsky (Veep), Arian Moayed (Succession) e Laverne Cox (Orange is the New Black).

Mindhunter

Se você gosta de filmes e séries sobre crimes reais, Mindhunter é uma sugestão essencial. Protagonizada por Jonathan Groff, Holt McCallany e Anna Torv, a produção de David Fincher acompanha a história de dois agentes do FBI que expandem as fronteiras da ciência criminal nos anos 70, e embarcam em um perigoso mergulho no mundo psicológico dos assassinos em série.

 Sucesso de público e crítica, a produção aborda as histórias de alguns dos serial killers mais famosos de todos os tempos, como Charles Manson e o Filho de Sam.

Dirty John

Dirty John é uma antologia que adapta para as telas crimes famosos. Com grande elenco, um dos pontos altos da série é a atuação dos personagens, tanto na primeira quanto na segunda temporada. O primeiro ano de Dirty John conta a história do sinistro John Meehan, interpretado por Eric Bana, que após se envolver com a designer Debra Newell (Connie Britton) traz horríveis consequências para toda a família da pretendente.

A primeira temporada de Dirty John conta também com a participação de Julia Garner, a protagonista de Inventando Anna. Já o segundo ano da série, acompanha a história real de Betty Broderick (Amanda Peet), uma dona de casa que, após ser traída e abandonada pelo marido, decide tomar uma atitude drástica e chocante.

Era Uma Vez um Crime: Elize Matsunaga

Era Uma Vez um Crime: Elize Matsunaga é a opção perfeita para os fãs brasileiros de filmes, séries e documentários sobre crimes reais. Com 4 episódios, a produção documental aborda um crime que chocou o Brasil: o assassinato – e subsequente esquartejamento – do milionário Marcus Matsunaga, herdeiro da marca Yoki, por sua esposa Elize.

O documentário conta com entrevistas com a própria Elize, e faz um ótimo trabalho ao mostrar o estado mental da assassina confessa na época do crime e as repercussões para a família de Marcus e Elize. A série traz também relatos de amigos da vítima, parentes da responsável e personagens importantes da investigação e do julgamento.

O Golpista do Tinder

Se você curte produções baseadas em crimes reais, mas não curte violência, O Golpista do Tinder é uma ótima opção. Assim como Inventando Anna, o filme acompanha a história de um vigarista que fingia ser uma pessoa completamente diferente para aplicar golpes. A diferença é que o “protagonista” do documentário utilizava o aplicativo de relacionamentos para enganar mulheres do mundo inteiro – e ganhar muito dinheiro com as fraudes.

O Golpista do Tinder conta a história de Simon (ou Shimon) Leviev, um golpista que afirmava ser o herdeiro de Lev Leviev, um magnata israelense do mercado de diamantes. Mas na verdade, Shimon só usava o sobrenome do ricaço para conquistar vítimas no Tinder. O longa também mostra como três vítimas do golpista descobriram a verdade e se uniram para prendê-lo.

Sequestrada à Luz do Dia

Sequestrada à Luz do Dia é para quem gosta de histórias realmente bizarras. Considerado um dos filmes mais excêntricos da Netflix, o documentário acompanha acontecimentos estranhos demais para serem verdade. A história real aconteceu nos Estados Unidos, nos anos 70.

O filme aborda a história verídica de uma família cuja filha adolescente é sequestrada duas vezes pelo mesmo vizinho. É até difícil descrever a trama sem revelar os momentos mais chocantes e as reviravoltas mais impressionantes – mas confie: vale a pena assistir e tirar suas próprias conclusões.

The Keepers

The Keepers é uma série chocante, realista e extremamente triste. Uma das primeiras produções originais da Netflix na área do True Crime – após o sucesso de Making a Murderer – o documentário de 7 episódios explora o misterioso assassinato da freira Catherine Cesnik, professora de inglês e teatro em uma escola católica na cidade americana de Baltimore.

A série aborda a investigação do assassinato e tudo que acontecia nos bastidores da escola. Ao trazer entrevistas com ex-alunas da Irmã Catherine, a série pinta uma imagem revoltante e extremamente triste dos abusos sexuais cometidos pelo padre Joseph Maskell. The Keepers não é para os fracos de coração, e conta com relatos chocantes dos mais terríveis crimes.

Acredite em Mim: O Rapto de Lisa McVey

Acredite em Mim: O Rapto de Lisa McVey é um filme live-action baseado na história real da personagem título, sequestrada e estuprada pelo serial killer Bobby Joe Long em 1984. O filme aborda a vida pregressa de Lisa, o sequestro, sua impressionante fuga e a revoltante reação de sua família e comunidade.

Quando escapou das garras do assassino em série, a última coisa que Lisa esperava era sofrer com a desconfiança da polícia. Mas foi isso que aconteceu. Nenhum policial acreditou no relato da adolescente, exceto o detetive Larry Pinkerton, que decide ajudá-la e capturar o serial killer.

Publicidade