Mais do que você gosta.

Publicidade

Ranking

Os filmes que mais receberam indicações na história do Oscar

Recordistas da premiação incluem dramas de época, musicais e sucessos do cinema

Publicado por Alexandre Guglielmelli

23/03/2022 22:00

Em 2022, O Ataque dos Cães domina a corrida pelo Oscar com 12 indicações. O filme tem tudo para levar para casa muitas estatuetas – mas está longe de ser um recordista de nomeações. Na longa história do Oscar, várias produções já quebraram recordes de indicações – veja abaixo o ranking atualizado.

Desde a primeira edição do Oscar, realizada em 1929, mais de 50 filmes receberam além de 10 indicações. Em todos os exemplos, os campeões de citações venceram prêmios importantes.

Será que essa tendência vai se repetir com O Ataque dos Cães? O filme da Netflix tem uma concorrência e tanto pela frente, com produções como CODA, Duna e o remake de Amor, Sublime Amor.

Vale lembrar que o Oscar 2022 – a 94ª edição da premiação – acontece em 27 de maio (domingo), no icônico Dolby Theatre, em Hollywood.

A Malvada (1950) – 14 indicações

A Malvada, protagonizado por Bette Davis e Anne Baxter, foi o primeiro filme da história do Oscar a garantir 14 indicações. Entretanto, o filme só levou para a casa 6 estatuetas – incluindo a de melhor filme.

Além do cobiçado prêmio de Melhor Filme, A Malvada venceu nas categorias de Direção (Joseph L. Mankiewicz), Ator Coadjuvante (George Sanders), Roteiro (Joseph L. Mankiewicz), Figurino (Edith Head e Charles LeMaire) e Som (Thomas Moulton). Bette Davis e Anne Baxter, no entanto, perderam para Judy Holliday, de Nascida Ontem.

Titanic (1997) – 14 indicações

No Oscar de 1998, Titanic alcançou o recorde de A Malvada ao receber 14 indicações. O filme foi essencial para apresentar a Festa do Cinema e uma geração mais moderna de fãs, que pouco se interessava pelas premiações da indústria. O longa também permaneceu por muito tempo como a produção mais lucrativa de todos os tempos.

Das 14 indicações, Titanic levou 11 estatuetas para casa – incluindo Melhor Filme, Direção, Fotografia, Figurino, Efeitos Visuais, Canção Original e Trilha Sonora. Surpreendentemente, o longa não venceu em nenhuma categoria de atuação, nas quais concorriam Kate Winslet e Gloria Stuart.

La La Land: Cantando Estações (2016) – 14 atuações

Entre os filmes do século 21, La La Land: Cantando Estações foi o único a receber 14 indicações ao Oscar. Protagonizado por Emma Stone e Ryan Gosling, o musical de jazz venceu em 6 categorias, incluindo a de Melhor Diretor (Damien Chazelle), Melhor Atriz (Emma Stone), Trilha Sonora e Canção Original.

Por um momento, La La Land chegou perto de confirmar 7 vitórias. Quem não se lembra da polêmica do Oscar de 2017, no qual o longa “venceu” na categoria de Melhor Filme? Mas tudo não passou de um erro dos apresentadores, e Moonlight: Sob a Luz do Luar se tornou o grande premiado da noite.

E o Vento Levou (1939) – 13 indicações

Hoje em dia, E o Vento Levou é considerado um dos filmes mais icônicos de todos os tempos. Com a inflação corrigida a níveis atuais, ele também é a produção mais lucrativa da história do cinema. Indicado a 13 categorias no Oscar de 1940, o filme venceu em 6.

A produção de David O. Selznick recebeu prêmios nas categorias de Melhor Filme, Diretor (Victor Fleming), Roteiro Adaptado (Sidney Howard) e Atriz (Vivien Leigh). Na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, Hattie McDaniel entrou para a história como a primeira atriz negra a ganhar um Oscar.

A Um Passo da Eternidade (1953) – 13 indicações

Lançado em 1953, A Um Passo da Eternidade fez muito sucesso ao contar uma história de amor às vésperas do ataque a Pearl Harbor. Protagonizado por Frank Sinatra, Burt Lancaster e Montgomery Clift, o longa foi indicado a 13 categorias do Oscar de 1954.

O filme dominou a premiação, vencendo em 8 categorias diferentes – incluindo Melhor Filme, Direção (Buddy Adler), Ator Coadjuvante (Frank Sinatra), Atriz Coadjuvante (Donna Reed) e Roteiro (Daniel Taradash).

Forrest Gump: O Contador de Histórias (1994) – 13 indicações

Embora não tenha envelhecido muito bem, Forrest Gump: O Contador de Histórias é visto até hoje como um dos filmes mais icônicos da história do cinema. Protagonizado por Tom Hanks, o longa se tornou um verdadeiro fenômeno cultural na época de seu lançamento, e por isso, garantiu 13 indicações ao Oscar.

O filme saiu vitorioso em 6 categorias: Melhor Filme, Diretor (Robert Zemeckis), Ator (Tom Hanks), Roteiro Adaptado (Eric Roth), Edição (Arthur Schmidt) e Efeitos Visuais (Ken Ralston, George Murphy, Allen Hall e Stephen Rosenbaum).

Shakespeare Apaixonado (1998) – 13 indicações

No Oscar de 1999, as 13 indicações – e as 7 vitórias – de Shakespeare Apaixonado causaram muita polêmica. Produzido por Harvey Weinstein, o filme surpreendeu ao superar sucessos de público e crítica, como O Resgate do Soldado Ryan e Elizabeth. Por isso, muita gente achou que Weinstein teria “comprado” a premiação.

Shakespeare Apaixonado sai vitorioso nas categorias de Melhor Filme, Atriz (Gwyneth Paltrow), Atriz Coadjuvante (Judi Dench), Roteiro Original (Marc Norman e Tom Stoppard), Direção de Arte (Martin Childs e Jill Quertier), Figurino (Sandy Powell) e Trilha Sonora (Stephen Warbeck).

Publicidade