Crepúsculo | Robert Pattinson diz que assédio diminuiu porque os fãs cresceram

Robert Pattinson
Publicidade

Robert Pattinson, o eterno vampiro Edward da Saga Crepúsculo, confessou em entrevista à Cosmopolitan que nunca quis ser famoso. Mas ele revela que o assédio diminuiu e sua vida ficou mais tranquila pois “os fãs da saga cresceram”.

“Acho que nunca quis ser famoso. Quanto mais famoso ficava, mais queria me esconder. O sucesso estava me irritando. Agora está tudo muito melhor. Os fãs de Crepúsculo cresceram e as coisas ficaram mais tranquilos”, explicou.

O ator ainda lembrou do momento que percebeu que se tornou uma celebridade: “Foi seis meses antes do lançamento do segundo Crepúsculo. Fui convidado para uma balada famosa de Los Angeles. O segurança olhou pra mim e disse que eu poderia entrar. Na hora eu não entendi, até então ninguém me deixava entrar em festas assim”.

Continua depois da publicidade

Por fim, Robert Pattinson diz o que mais lhe incomoda em relação à fama. “Não sou do tipo de pessoa que gostar de chamar atenção, mas as pessoas me reconhecem em todos os lugares. Não ligo de dar um ‘oi’ rápido, mas a todo instante tem alguém querendo tirar uma selfie comigo. Isso faz com quem eu precise estar sempre bem-humorado”.

Life, filme biográfico sobre James Dean, é o próximo filme de Robert Pattinson. Ele divide a cena com Dane Dehaan (Dean) na pele do fotógrafo Dennis Stockassista ao trailer. Pattinson também viverá em 2016 um astronauta na ficção científica de uma diretora francesa.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade