Doutor Estranho | “Muita loucura acontece no filme”, diz Benedict Cumberbatch

Publicidade

Em entrevista à Entertainment Weekly, Benedict Cumberbatch disse que podemos esperar muita loucura acontecendo em Doutor Estranho, a nova adaptação de HQ da Marvel.

“Tem todo o tipo de loucura que Doutor Estranho faz. Cair, voar, pular, socar, receber socos. Será algo realmente estranho. Vai ter coisa louca pra caralh* acontecendo”, prometeu.

Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, também participou da entrevista e acabou descrevendo uma das cenas psicodélicas do filme, quando a Anciã (Tilda Swinton) apresenta uma diversa gama de dimensões alternativas ao Doutor Estranho.

Continua depois da publicidade

“A sequência culmina no que nós chamamos nos bastidores de ‘Turnê da Magia Misteriosa’, que literalmente pega ele de maneira chocante e o leva aos caminhos do multiverso. As imagens são tão alucinantes – por falta de um termo melhor – quanto as que [o artista] Steve Ditko fazia nos anos 60. Então, esperamos que isso diferencie o filme dos anteriores da Marvel e de qualquer outro filme”, afirmou.

E segundo o diretor Scott Derrickson sua maior inspiração para o longa foi justamente o trabalho de Ditko:

“Eu sempre fui interessado nesses visuais extremamente alucinantes dos quadrinhos. Eu tive muitas ideias ambiciosas para a estética do filme, algo bem fixado nos quadrinhos, e que os filmes ainda não haviam tentado explorar. E muito disso remete ao trabalho de Steve Ditko e toda a loucura dos anos 60 que você já viu”.

Escrito por C. Robert Cargill (A Entidade) e Thomas Dean Donnelly (do remake de Conan) e com direção de Scott Derrickson (A Entidade, O Exorcismo de Emily Rose), Doutor Estranho está sendo rodado neste momento.

Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho), Chiwetel Ejiofor (Barão Mordo), Tilda Swinton (Anciã), Rachel McAdams, Mads Mikkelsen, Michael Stuhlbarg, Scott Adkins e Amy Landecker formam o elenco.

De acordo com o Latino Review, Doutor Estranho terá uma história de origem e deve ser bastante fiel aos quadrinhos.

Segundo o site, a cena de abertura começa em Catmandu, capital do Nepal, em 1968, onde se é usada magia negra para abrir um portal para outra dimensão. Um personagem chamado Kaecilius, que tem ligação com o Barão Mordo nos quadrinhos, lidera o grupo que pratica as atividades obscuras e possivelmente consegue contactar o vilão Dormammu (que deve ser vivido por Mads Mikkelsen).

Depois disso, o cenário muda para a Nova York dos dias atuais, onde conhecemos Stephen Strange/Doutor Estranho, um talentoso mas arrogante cirurgião. Strange machuca a mão durante um acidente de carro em que falava ao celular, mas nem mesmo as várias cirurgias realizadas pelo Dr. Nicodemus West são capazes de restaurar a funcionalidade dos dedos de Strange. Sua carreira na medicina então é dada como encerrada, mas ele não desiste com facilidade de encontrar uma cura para a mão, e sua jornada o leva para um mundo de magia, partículas subatômicas – assunto já introduzido em Homem-Formiga – e, eventualmente, à porta da personagen Anciã (Tilda Swinton).

Doutor Estranho estreia nos cinemas em 3 de novembro de 2016.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade