007 | Novo filme de James Bond deve sair em três ou quatro anos

Publicidade

Durante uma conferência com investidores, os executivos da MGM discutiram o futuro da franquia 007 (via The Playlist). O estúdio foi questionado se os próximos filmes de James Bond vão passar a adotar o ambicioso cronograma de estúdios como Marvel e Warner/DC, mas um dos executivos respondeu:

“Bond é a propriedade mais valiosa que nós temos, e tem estado em um ciclo de [lançar filmes] a cada três, quatro anos. E posso adiantar que a franquia continuará no mesmo ciclo de três a quatro anos”.

Portanto, a sequência de 007 Contra Spectre deve chegar aos cinemas apenas em 2018 ou 2019.

Continua depois da publicidade

Embora já esteja havendo conversas sobre o novo 007, o futuro de Daniel Craig na franquia segue indefinido e atores como Henry Cavill e Tom Hiddleston seguem cotados para substituir o britânico no papel de James Bondveja aqui.

Rumores sobre a saída de Daniel Craig da franquia ganham força desde o final do ano passado. Durante entrevista ao The Shortlist, Mark Strong, colega de elenco de Craig no inédito Our Friends in the North, chegou a indicar que o ator não voltará mais à pele de James Bondleia mais. Até agora, no entanto, nada foi oficializado.

Daniel Craig já havia dito anteriormente que prefere se matar a fazer outro filme de James Bond.

Em 007 Contra Spectre, o último filme da saga, uma enigmática mensagem do passado de James Bond (Daniel Craig) o coloca no caminho para desvendar uma sinistra organização. Enquanto “M” (Ralph Fiennes) luta contra forças políticas para manter vivo o serviço secreto, Bond combate a fraude para revelar a terrível verdade por trás da SPECTRE.

Sam Mendes (007 – Operação Skyfall) retornou para dirigir Spectre. Além de marcar a possível despedida de Daniel Craig do papel, 007 Contra Spectre também pode ser o último do diretor na franquia.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade