Chris Evans: “Não quero parar de viver o Capitão América”

Publicidade

Chris Evans, que está completando 35 anos de idade nesta segunda-feira (13), declarou em entrevista que não pretende parar tão cedo de viver o Capitão América nos cinemas – mesmo com o iminente fim de seu contrato com a Marvel.

“Eu quero continuar. Vamos manter esta onda cada vez maior. Não quero parar [de ser o Capitão]. A Marvel está fazendo ótimos filmes, especialmente com os irmãos Russo [diretores de Guerra Civil]. Eles conseguem fazer os filmes de forma autêntica. Eles mostram humanos de verdade, com conflitos reais, em uma ótima narrativa, conseguem misturar vários tons em um único filme. Eu quero continuar fazendo isso. É incrível que isso esteja acontecendo. [Os filmes da Marvel] Não têm precedentes. É realmente incrível o que eles fazem”.

Por falar na Marvel, Chris Evans se derrete em elogios para o seu universo cinematográfico e diz que “ninguém consegue copiar” a fórmula dos filmes do estúdio:

Continua depois da publicidade

“Eles não estào fazendo filmes ruins, estão fazendo filmes ótimos, e se você quiser rotulá-los como filmes de super-heróis, você até pode, mas ainda são bons filmes. Eles têm um monopólio, e ninguém mais consegue fazer isso ou tentar copiar”.

O ator falou, por fim, sobre o impacto que dar vida ao Capitão América exerce na sua carreira:

“Existe pressão sim, mas eu não acho que seja a mesma que os diretores ou a Marvel sofrem. Honestamente, filmes vivem e morrem baseados em seus diretores e produtores. Todos nós já vimos atores fenomenais e roteiros geniais que não tiveram o sucesso que mereceram. Isso mostra que bons filmes dependem dos seus diretores. Você pode ter várias ferramentas, mas se não tiver bons contadores de histórias, tudo pode desabar. Então sim, existe pressão, mas não tanto quanto os diretores sentem. E neste caso, de Guerra Civil, os diretores fizeram um ótimo trabalho”.

Artes revelam visual de Chris Evans como Capitão América vilão

Morte CAConhece a história da morte do Capitão América? Não tivemos outra escolha a não ser trazer o corpo dele para cá diz Tony Stark em um dos trechos do livro que conta como o herói morreu. Adquira já seu exemplar CLIQUE AQUI!

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade