Procurando Dory pode não ter casal lésbico, mas terá personagem transgênero

Publicidade

Após as notícias de que o suposto casal lésbico de Procurando Dory não deve ser confirmado durante o filme, deixando para o espectador pressupor a relação entre as duas mulheres que vemos no trailer (veja mais), Ellen DeGeneres revelou que mesmo assim o filme deve ter representatividade LGBT: um de seus personagens será transgênero.

Será o caso da arraia Rhonda, vista no primeiro filme como Ray, o professor da escola de peixes que Nemo frequentava. Em Procurando Dory, Rhonda estará em meio ao seu processo de “transição de gênero” – a trama também serve como um trocadilho, visto que arraia, em inglês, é “sting-ray” (sting-Ray/sting-Rhonda).

Ellen ainda falou sobre a importância da representatividade. “Acho que tudo que vemos na mídia – seja na televisão ou em filme ou em qualquer coisa que você assiste – deveria representar o que está acontecendo no mundo. Acho que todos deveriam ser vistos e representados”, afirmou em entrevista coletiva para divulgar o filme.

Continua depois da publicidade

Filme deve ter o maior fim de semana de estreia da Pixar

Nesta sequência de Procurando Nemo, um ano após ajudar Marlin (voz de Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, a esquecida peixinha azul (dublada por Ellen DeGeneres) precisa lidar com vários peixes do seu passado, entre eles alguns pelos quais foi apaixonada.

Saiba o que acontece na primeira meia hora do filme

Hayden Rolence será a nova voz de Nemo. Entre os novos personagens, o beluga (ou baleia branca) Bailey (Ty Burrell, de Modern Family), que acredita ter um grande ferimento na cabeça, e a tubarão-baleia Destiny (Kaitlin Olson, de It’s Always Sunny in Philadelphia), vizinha de Bailey. Michael Sheen (da série Masters of Sex) também está no elenco de dubladores.

Pixar revela curta-metragem que passará antes de Procurando Dory nos cinemas

A estreia do filme está marcada para 30 de junho no Brasil.

Assista ao trailer dublado de Procurando Dory

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade