Anything | Mark Ruffalo defende escalação de Matt Bomer como transgênero após críticas

Publicidade

A escalação de Matt Bomer como uma mulher transgênero no drama Anything foi muito criticada pela comunidade trans. O ator, no entanto, acaba de ganhar um defensor famoso.

Em seu Twitter, Mark Ruffalo (Bruce Banner/Hulk nos filmes da Marvel), que é um dos produtores executivos do projeto, justificou a escolha de Bomer para o papel:

“Para a comunidade trans: eu ouço vocês. É doloroso ver o sofrimento de vocês. Estou contente por termos esta conversa. É hora”, escreveu Ruffalo. “Com toda a sinceridade, eu sugeri Matt para o papel após a profunda experiência que tivemos durante as filmagens de The Normal Heart [telefilme sobre os direitos LGBT]”, acrescentou.

Continua depois da publicidade

Na tal produção, Ruffalo fez par romântico com Bomer; a performance do último ator lhe rendeu um Globo de Ouro de melhor ator em telefilme.

Após as notícias de que Bomer, assumidamente gay, viveria uma mulher transgênero em seu novo filme, membros da comunidade LGBT se revoltaram com os produtores nas redes sociais, sugerindo que deveriam escalar um transgênero de verdade no lugar.

Em Anything, baseado na peça de mesmo nome de Timothy McNeil, um homem passa a ter comportamento suicida após a morte de sua esposa e se muda de Mississippi para Los Angeles, onde pode ficar sob o olhar atento de sua protetora irmã. O homem então começa uma intensa amizade com o personagem de Matt Bomer, um profissional do sexo transgênero. O improvável novo casal deve então conciliar suas origens muito diferentes conforme tentam preencher o vazio em suas vidas.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade