Logan | Diretor explica por que filme se passa em 2029

Publicidade

No filme Logan, Wolverine e o Professor Xavier aparecem escondidos na fronteira mexicana, deixando um lapso de tempo para os fãs imaginarem o que teria acontecido e o que levou os personagens até aquele ponto. Nesse sentido, o diretor James Mangold conversou com o ComicBook.com e tentou explicar a sua escolha temporal.

“O filme se passa no ano de 2029”, afirma. “Há uma cena de epílogo em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido que é em torno de 2023 ou 2024. Eu só queria ficar suficientemente distante desse passado”.

“Minha ideia é realmente simples: eu precisava de um espaço de tempo em que eu tivesse liberdade para criar sem a existência de tantas interconexões, pois há um momento em que eu acredito que esses filmes deixam de ser algo novo e é quando você se vê fazendo algo como se fosse um episódio de TV que custa 200 milhões de dólares e que você pega a história claramente de onde o diretor do episódio 14 parou, e as pessoas ficarão realmente assustadas com qualquer descontinuidade ou mudança”, explica Mangold.

Continua depois da publicidade

“O objetivo aqui era, de alguma forma, me desafiar como cineasta e fazer um novo filme de alguma maneira”, explica ele, ressaltando sua ideia de trazer possibilidades novas tanto para a franquia X-Men, quanto para os filmes do gênero em geral.

Logan | Os momentos mais brutais do novo trailer

“Num futuro próximo, um cansado Logan, escondido na fronteira mexicana, cuida de um doente Professor X. Mas as tentativas de Logan de se esconder do mundo e de seu legado acabam quando uma jovem mutante, sendo perseguida por forças obscuras, chega”, diz a sinopse do filme.

Logan chegará aos cinemas brasileiros em 2 de março de 2017, mas antes será exibido na 67ª edição do Festival de Berlim, em 9 de fevereiro.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade