A Bela e a Fera | “Eu tive que lutar pelo papel”, revela Emma Watson

Publicidade

Em entrevista à revista D23: The Official Disney Fan Club, Emma Watson falou um pouco sobre como conseguiu o papel de protagonista na versão com atores de A Bela e a Fera e contou curiosidades sobre o filme.

“Eu tive que lutar pelo papel. Eu tive uma audição para provar que eu sabia cantar. Eu tive que tentar muito. Você não pode ter dúvidas quando precisa cantar na frente de 200 pessoas para entrar em um dos maiores musicais de todos os tempos”, disse.

Watson ainda revelou que, quando pequena, sua princesa favorita era Pocahontas, apesar de gostar de todas. “Eu amo todas, de verdade. Eu passei parte da minha infância imitando Timão e Pumba [de O Rei Leão]. Na hora de assumir o papel de Bela, porém, a jovem precisou achar uma maneira de se manter fiel à personagem e ao mesmo tempo criar algo único. “Muito do que eu estava fazendo era me certificar de que ficasse fiel ao original e, onde eu pudesse, fazer Bela o mais real possível. Na animação, é Maurice, o pai de Bela, que é rotulado como um inventor louco. No nosso filme, é Bela. Ela vem com uma idéia para uma máquina de lavar roupa para que ela possa ler enquanto sua criação lava as roupas”.

Continua depois da publicidade

Na versão live-action de A Bela e a Fera, além de Emma Watson como Bela, completa o elenco: Dan Stevens (como Fera), Ewan McGregor, Luke Evans, Ian McKellen, Emma Thompson, Josh Gad, Stanley Tucci e Kevin Kline. Stephen Chbosky (As Vantagens de Ser Invisível) escreve o filme, dirigido por Bill Condon (Dreamgirls).

A Bela e a Fera chegará ao Brasil no dia 16 de março.

A Bela e a Fera deve ter arrecadação inicial próxima a de Os Vingadores

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade