Velozes e Furiosos | Diretor do último filme responde críticas de Michelle Rodriguez

Publicidade

Velozes e Furiosos 8 estreou com ótima recepção do público ao redor do mundo, e já está alcançando uma incrível marca de mais de US$ 1 bilhão em bilheteria. Porém, Michelle Rodriguez provocou uma saia justa nos produtores do longa ao dar um ultimato caso não haja mudança em como o filme aborda as mulheres. Para tentar amenizar o diretor do último longa, F. Gary Gray respondeu a atriz.

“Não tenho mais que amor por Michelle. Isso é algo que eu imagino que ela está abordando com os poderes que são. Espero que tudo realmente funcione para ela. Só posso falar por um filme. Eu apenas dirigi um filme”, iniciou o cineasta, antes de dar sua opinião sobre o assunto em seu filme. “Acho que fizemos um bom trabalho muito bom com a forma como tratamos as mulheres. Especialmente dado que Charlize Theron, acredito, entregou uma das melhores performances de um antagonista na franquia”, analisou.

Gray ainda aproveita para elogiar todas as mulheres que dirigiu no filme. “Eu tive a chance de trabalhar com Helen Mirren – que foi incrível, ela tem uma ótima participação especial – e Charlize, Michelle, Nathalie Emmanuel. Você não pode realmente falar por cada personagem, mas pensei que houvesse um desempenho forte de todos os envolvidos.

Continua depois da publicidade

Com o sucesso na bilheteria o cineasta F. Gary Gray entrou para a história da indústria cinematográfica como o primeiro negro a dirigir um filme bilionário.

O primeiro longa-metragem dirigido por Gray foi Sexta-Feira Em Apuros (1995). Em seu currículo, constam filmes como Straight Outta Compton (2015), Be Cool – O Outro Nome do Jogo (2005), Uma Saída de Mestre (2003) e A Negociação (1998).

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade