Titanic | Cientista cria nova teoria sobre o porquê Jack teve que morrer no final

Cenas finais de Titanic
Publicidade

O cientista Neil DeGrasse Tyson é um grande fã de cultura pop, como seu tuítes sobre Game of Thrones, postados recentemente, mostram.

Ele também é fã de Titanic, filme de 1997 de James Cameron, estrelado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet, e como muitos admiradores do longa, também se pergunta se o personagem Jack (DiCaprio) não poderia ter subido na porta flutuante que salvou Rose (Winslet) no final do filme.

“Eu não sei se ele caberia lá, mas me espanta que ele tenha tentado só uma vez. Eu teria tentado várias vezes. Já pensou nisso? Você tenta subir em algo que flutua e não consegue, então pensa: ‘Bom, acho que vou morrer na água congelante então’. Não é assim! O instinto de sobrevivência do ser humano é muito mais forte”, disse ao HuffPost.

Continua depois da publicidade

“E deixa eu dizer uma coisa: Se no lugar de Jack fosse o personagem de Matt Damon em Perdido em Marte, ele teria inventado um motor e salvado todo mundo. É assim que a ciência pode te ajudar!”, brincou ainda.

Publicidade
© 2022 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade