Star Wars: Os Últimos Jedi tem grandes mortes; saiba esses e mais spoilers

Publicidade

ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR

O site BleedingCool, após a publicação de seu review sem spoilers de Star Wars: Os Últimos Jedi, publicou um longo dossiê com todas as revelações do filme antes de sua estreia – para quem quiser saber antes de entrar no cinema, aqui vai:

  • As mortes: O herói Luke Skywalker (Mark Hamill) diz adeus em Os Últimos Jedi. Após um confronto com Kylo Ren, ele desaparece no ar, deixando para trás apenas sua capa, uma morte pacífica e reminiscente da de Obi-Wan Kenobi no filme original. A Almirante Holdo (Laura Dern) também deixa a franquia no mesmo filme em que entrou, levando boa parte da Primeira Ordem consigo em um ataque bem sucedido. Almirante Ackbar, um personagem digital velho conhecido dos fãs, é outro que não sobrevive ao filme quando sua nave é atacada pelos vilões. Já o vilão, Supremo Líder Snoke (Andy Serkis), é morto por seu próprio aprendiz, Kylo Ren (Adam Driver) em torno da metade do filme. Por fim Capitã Phasma (Gwnedoline Christie) também deixa a franquia, se tornando efetivamente o Bobba Fett da nova trilogia – amada pelos fãs, mas sem uma aparição destacada.
  • Quem não morre?: A General Leia (Carrie Fisher) passa perto da morte quando os comandados de seu filho, Kylo Ren, atiram em sua nave, explodindo-a. No entanto, ao invés de falecer, a comandante da Resistência é vista “flutuando” de volta para a nave após abrir os olhos, confirmando (ou quase) que Leia também sabe usar a Força.
  • O arco de Kylo Ren: Não é exatamente uma redenção que vemos para o personagem de Adam Driver, e sim uma mudança significativa. Ele mata o Líder Supremo Snoke, incentivado por Rey, com quem conversa através dos anos-luz do espaço graças a uma conexão mental que os dois forjaram com a Força. Ele convida Rey para liderar a galáxia com ele, mas ela recusa, o que faz Ren dizer para o General Hux que Rey matou Snoke, e se tornar o novo Líder Supremo.
  • Yoda: O velho mestre Jedi de Luke aparece em forma de fantasma, conversando com o personagem de Mark Hamill, confirmando o que o ator já tinha deixado claro anteriormente, em um tuite.
  • Novos Jedis: A última cena do filme mostra um jovem garoto recontando a lenda de Luke Skywalker até que ele é chamado para ir ao trabalho. Ele anda até o lado de fora de sua casa e casualmente mexe em uma vassoura de longe, usando a Força – provando assim que uma nova geração de Jedis e lutadores da Resistência está a caminho.
  • Finn cria coragem: O ex-Stormtrooper finalmente para de querer fugir após mais uma “rodada” de hesitações e propostas para sua nova companheira de missão, Rose. No final do filme, ele estava prestes a voar com uma nave para o meio de um canhão que ia destruir uma base da Resistência, a fim de salvar todos por lá, quando Rose novamente o controla.
  • Poe se torna um líder: Já o personagem de Oscar Isaac tem muitas cenas com Leia, especialmente porque logo no começo ele desafia ordens expressas da General de se retirar de uma ofensiva contra a Primeira Ordem, decisão que custa a vida de muitas pilotos, incluindo Paige, irmã de Rose. Quando Leia entra em coma após o ataque em sua nave, Poe organiza um motim contra a nova líder da Resistência, Holdo – revolta que só é parada quando Leia acorda e o impede. No final do filme, Finn quer lutar contra a Primeira Ordem em Crait, planeta no qual Luke se sacrifica para salvar a Resistência, mas Poe diz que eles tem que se retirar para continuar o movimento. Feliz com o amadurecimento de seu pupilo, Leia confirma a ordem.
  • Rey não é ninguém: O filme oferece uma resposta para o mistério dos pais de Rey, mas ela sai da boca de Kylo Ren, então não sabemos o quanto podemos confiar na revelação. Ele diz que a heroína é filha de dois camponeses comuns em Jakky, que a venderam por dinheiro.

Star Wars: Os Últimos Jedi estrará nos cinemas brasileiros em 14 de dezembro de 2017.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade