Ancine aprova cotas para mulheres trans em editais de cinema

Publicidade

A partir de agora, a Agência Nacional de Cinema (Ancine) terá cotas para mulheres cis e trans em seus editais. Os recursos do Fundo Setorial do Audiovisual agora darão 35% de seus recursos, para produtoras independentes de cinema, para diretoras mulheres cisgêneros ou transseuxais/travestis.

Diretor brasileiro vai filmar versão gay de Poltergeist

Além dessa nova medida, a reunião do comitê gestor aprovou também 10% de seus recursos para pessoas negras ou indígenas.

Continua depois da publicidade

As novidades valem para todos longas de ficção, animação ou documentário que passarem nos editais da instituição.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade