Extermination | Nova edição explica o paradoxo temporal dos X-Men em HQ

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A segunda edição de Extermination, uma das atuais sagas dos mutantes da Marvel nos quadrinhos, trouxe uma explicação importante para a mitologia dos X-Men. (via ComicBook.com)

Desde o lançamento de All-New X-Men #1, a formação original da equipe – formada por Ciclope, Jean Grey, Fera, Homem de Gelo e Anjo – foram removidos de sua linha temporal para atingir um tempo moderno, parte do plano de Hank McCoy para ensinar uma lição a Scott Summers.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, os X-Men ficaram presos nessa realidade, e todas as suas ações afetariam suas versões mais jovens daquela linha temporal; em um paradoxo temporal que se desenrolou por anos nos quadrinhos.

A teoria do Fera, tangenciada em Extermination #2, é de que a presença dos X-Men nessa nova linha do tempo foi tão estendida que os eventos já não afetariam suas versões mais jovens, servindo agora como uma realidade paralela. Porém, até mesmo o Fera está confuso, afirmando que “paradoxos temporais são difíceis de ser compreendidos”.

Shatterstar | Personagem dos X-Men ganha novo visual nos quadrinhos

Extermination #3 chega às lojas de quadrinhos americanas em 26 de setembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio