Definitivamente, Injustice não é uma história com finais felizes. Mais uma vez, a série de HQs da DC mostrou este seu lado na Injustice 2 #72, edição que encerra a trama contada por Tom Taylor, Bruno Redondo, Juan Albarran, Rex Lokus e Wes Abbott.

Nela, Bruce Wayne tem um triste momento de despedida com Alfred. O mordomo aparece logo no começo da edição falando com os Kents e pedindo que eles tomem conta do Batman, avisando que está indo embora.

Depois, Wayne se depara com o seu fiel aliado colocando as bagagens no carro, um momento que choca o personagem. A decisão de Alfred é motivada pelo fato de ele não estar completo, efeito colateral causado após voltar à vida nas mãos de Damian Wayne que usou o Lazarus Pit – o mordomo havia morrido na primeira série de Injustice.


He-Man faz referência a momento emocionante de Superman em nova edição de Injustice

Durante algum tempo, Alfred agiu como um zumbi, mas conseguiu recuperar seus sentidos, ainda que parte da sua humanidade nunca mais voltou. Ainda assim, seus conselhos ajudaram Batman a construir um mundo seguro para as pessoas, o que deu a ele a sensação de que sua missão estava cumprida.

“Tomando conta de você, eu tomei conta do mundo, Bruce. Você é meu salvador. Você é meu filho”, diz Alfred enquanto abraça Bruce Wayne em suas palavras finais ao rapaz (veja abaixo).