O escritor da famosa HQ Sandman, Neil Gaiman, não ficou calado diante dos inúmeros erros dos quadrinhos em sua versão brasileira especial de 30 anos. 

Em seu Twitter, nesta quinta-feira, dia 28, Neil retweetou uma reclamação de fã que lia-se: “Pela primeira vez no Brasil, Sandman será lançado com um monte de erros, como balões vazios. Tudo por causa do mau trabalho da Panini.” 

O autor ainda colocou sua própria crítica contra a Panini, editora da HQ no Brasil: “Isso é realmente frustrante. A qualidade das versões do Brasil foram boas ao longo desses anos”.


Em nota emitida para o site E+, a Panini se desculpou pelo erro e afirmou: “Diante da publicação do título Sandman – Edição Especial 30 anos, a Editora Panini lamenta e pede desculpas pelos problemas apresentados no título. A Editora providenciou novas impressões com as devidas correções, com previsão de chegada ao mercado na 2ª quinzena de abril.” 

Vale lembrar que Sandman vai se tornar um filme, mas com a saída de Joseph Gordon-Levitt, não se sabe se Neil Gaiman continuará envolvido com o filme de Sandman, tendo em vista que o escritor já declarou anteriormente se estava à bordo por causa de Gordon-Levitt.

Eric Heisserer, roteirista especializado em filmes de terror como Premonição 5 e os remakes de A Hora do Pesadelo e O Enigma de Outro Mundo, assinará a mais nova versão do roteiro, escrito originalmente por Jack Thorne (das séries Skins, The Fades).

A complexa HQ acompanha Sandman, a personificação do sonho que fica preso por 70 ano, até o dia em que foge, ressurge no mundo moderno e inicia um grande plano de vingança para recuperar seu trono.