Cuidado! Spoilers dos quadrinhos de The Walking Dead abaixo!

The Walking Dead teve um final repentino na edição #193, lançada no último dia 03 de julho, o que acabou surpreendendo fãs pelo mundo inteiro. Porém, de acordo com Robert Kirkman, o criador da série, o desfecho de The Walking Dead poderia ter acontecido bem antes.

Em uma carta especial, divulgada ao final da edição #193, Kirkman revelou que pretendia acabar a HQ quando o grupo de Rick conquista a segurança em Alexandria.


Depois do icônico discurso do líder, que iria celebrar a vitória dos vivos sob os mortos, a HQ mostraria uma estátua de Rick no futuro, mostrando como ele havia se tornado um símbolo de resistência da humanidade. Porém… a partir daí, teríamos uma reviravolta.

O próximo quadro encerraria The Walking Dead de maneira sombria, mostrando diversos zumbis ao redor da estátua de Rick, o que indicaria que o sonho de civilização teria de fato acabado. Os mortos venceram.

Felizmente, Kirkman revelou que acabou mudando de ideia, já que esse final era muito instatisfatório e amargo. Além disso, ele ainda tinha muitas histórias para contar, como por exemplo os arcos de Negan e dos Sussurradores.

No fim das contas, apesar de ter acabado precocemente – para alguns – The Walking Dead teve um final muito mais satisfatório do que o originalmente planejado.

Na televisão, The Walking Dead retorna no dia 6 de outubro para a sua 10ª temporada.