Recentemente, a Marvel decidiu trazer de volta o seu próprio grupo de supervilões, os Thunderbolts. Agora, o retorno da equipe clássica, que tem origem como um grupo de heróis, ganhou novos detalhes.

A volta acontece em O Justiceiro #13. Ao contrário de ser uma força-tarefa para o governo, como o Esquadrão Suicida na DC, os Thunderbolts voltam por causa de dois vilões da Marvel: Barão Zemo e Wilson Fisk, o Rei do Crime.

A dupla quer acabar com a vida de Frank Castle e por isso estão se reforçando da forma que podem. Além dos Thunderbolts, Zemo convocou diversos capangas infiltrados nas tropas das Nações Unidas.


O grupo conta com Retalho, Fantasma, Homem Radioativo, Arranjador e Rocha Lunar. Como pode ser visto na prévia, a equipe é apresentada em uma coletiva de imprensa, que conta até com ameaças entre os dois parceiros no crime.

A primeira aparição do grupo nos quadrinhos foi em 1997, em O Incrível Hulk #449. Os vilões, de fato, tiveram momentos heroicos em sua origem, substituindo os Vingadores e o Quarteto Fantástico, grupos que aparentemente estavam mortos na época. Porém, com o passar do tempo, passaram a formar uma equipe com intenções não tão boas, como acontece agora.

A curiosidade é que Barão Zemo também liderou a primeira versão dos Thunderbolts. Além disso, o próprio Justiceiro já chegou a fazer parte do time nas HQs.

O Justiceiro #13 está disponível nas bancas.