Robert Kirkman, o criador dos quadrinhos de The Walking Dead, está mediando um painel exclusivo na San Diego Comic-Con para falar sobre o futuro de sua carreira. Naturalmente, o destaque está na história de zumbis, que chegou ao fim de forma inesperada.

“Alguém aqui quer me bater? Eu estou despreparado para tudo. Vou responder tudo o que eu puder. Acho que todos sabem que o quadrinho acabou. Tem sido ótimo”, diz o quadrinista.

Ao ser perguntado sobre por que o mundo após a morte de Rick é um lugar melhor, Kirkman explicou os motivos.


“Para os personagens na história, é um lugar bem melhor. É um mundo onde as pessoas podem apreciar melhor as coisas. As pessoas foram forçadas a seu limite, e passaram a funcionar de forma diferente. Esse terrível apocalipse zumbi acontece e as pessoas morrem, mas no fim você aprende com isso”, diz Kirkman.

E quanto a mais histórias no universo de The Walking Dead? Kirkman traz uma possibilidade interessante.

“Sabe, Negan ainda está vivo. Talvez haja uma história para ser contada aí. É possível que essa seja minha válvula de escape caso minha carreira entre em colapso. Mas é, nada de planos para isso por enquanto”, garante.

Os quadrinhos acabaram, mas a série da AMC continua a todo vapor, com The Walking Dead retornando à TV em 8 de outubro.