DC copia a Marvel em HQ dos Jovens Titãs

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cuidado! Contém SPOILERS de Jovens Titãs #33!

O mundo dos quadrinhos é gigante, tanto que acontece, muitas vezes, de uma editora trazer um elemento parecido do universo de outra. Isso acaba de ser conferido na HQ de Jovens Titãs #33, da DC.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A “cópia” dessa vez foi uma ideia de Damian Wayne, o atual Robin dos quadrinhos da DC. O filho de Bruce Wayne pensou em uma ideia para acabar com o crime. Porém, esse programa em busca da paz já existe nos quadrinhos da Marvel.

A ideia de Damian Wayne é apagar a memória dos vilões e levá-los para um distrito de Nova York, onde os personagens acreditarão que são pessoas comuns. Na Marvel, isso é feito em uma cidade chamada Pleasant Hill.

O programa foi lançado pela SHIELD. Com o Kobik, um cubo cósmico, a memória de vilões como o Barão Zemo foi apagada. Na cidade, uma força-tarefa criada por Tony Stark se fingia de policiais, professores, comerciantes e vizinhos. No entanto, o programa não deu certo.

Barão Zemo relembrou quem ele era e acordou outros vilões. Isso levou a uma rebelião que teve que contar com uma intervenção dos Vingadores.

Na DC, Damian Wayne está tentando comandar o projeto sozinho. A sua única ajuda é Djinn, que traz mais uma diferença em relação a Marvel. A heroína, com poderes místicos, manipula diretamente a mente dos vilões.

Nessa cidade falsa de Robin, os leitores encontram Onomatopeia como um bibliotecário, Brother Blood é um florista, Swerve trabalha com yoga e Gizmo é um caixa. Resta saber se o plano dará certo ou será um fracasso, como na Marvel.

Jovens Titãs #33 está disponível nas bancas de quadrinhos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio