Cuidado! Contém SPOILERS de Capitão América!

Em Capitão América #14, Steve Rogers está enfrentando um novo desafio. O herói tem que encarar vilões que simbolizam a masculinidade tóxica.

Com o manto de Commander Rogers (Comandante Rogers, em tradução), o herói tenta acabar com um esquema de tráfico de imigrantes. Os vilões são conhecidos como Watchdogs.


Na HQ, Steve Rogers afirma que os terroristas são um grupo “de bebês-homens que nunca fizeram nada” e “perdedores que sonhavam em atirar em escolas”. Veja abaixo.

Como a história mostra, os terroristas usam táticas nazistas de ódio e parecem ter inspiração em um grupo da vida real chamado de Proud Boys, que aceita apenas homens e promove a discriminação.

O Capitão América ainda vai mais longe nas críticas. O herói afirma que os vilões precisam compensar a rejeição de mulheres com violência.

Steve Rogers até identifica que alguns terroristas estiveram com ele na guerra. Mas, para o eterno Capitão América, estavam lá “apenas para surrar alguém porque pensam que é isso que um homem faz”.

Capitão América #14 está disponível nas bancas de quadrinhos.