DC muda novamente origem de vilão clássico da Liga da Justiça Sombria

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

SPOILERS DE LIGA DA JUSTIÇA SOMBRIA #16

A Liga da Justiça Sombria vem reformulando o próprio conceito de magia no Universo DC há algum tempo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Hecate foi revelado como o avatar do poder etéreo, com a magia sendo apenas uma extensão da pura luz que levou à criação.

Agora, com Circe apunhalando Mulher Maravilha e companhia depois de repelir a Otherkind, ela está exercendo o poder de Hecate e manipulando os heróis para algum propósito sinistro.

A edição 16 revela exatamente o que Circe precisa para concluir o trabalho, e acaba sendo o Coração das Trevas que armazena o demoníaco Eclipso.

No entanto, à medida que descobrimos por que ela precisa do vilão, a equipe criativa relembra a história de origem de Eclipso mais uma vez.

Eclipso começou como um vilão mais limitado, fortalecido apenas durante os eclipses pela Ira de Deus, e foi substituído pelo Espectro nos anos 90.

Ele era basicamente a vingança de Deus, causando até o dilúvio de Noé. Os Novos 52 o moldaram como o Deus da Vingança, que inicialmente veio de Gemworld e possuía pessoas para causar estragos.

Ele ficou ainda pior na era DC Rebirth, quando possuiu Max Lord durante o evento Liga da Justiça vs. Esquadrão Suicida, mas felizmente Diana o prendeu em seu diamante mais uma vez, enfraquecido e sem avatar.

Agora, em seu cofre secreto embaixo do Salão da Justiça, com Kent Nelson (o ex-Doutor Destino) e Zatanna chocados com todas as relíquias mágicas coletadas e ocultadas por Mulher-Maravilha, é revelado que ela está segurando Eclipso como prisioneiro.

No entanto, quando os mágicos usam sua conexão lunar para enviar Diana ao reino secreto de Circe, aprendemos sobre a verdadeira natureza de Eclipso.

Quando Hecate ganhou vida, ela removeu a metade mais sombria de si mesma, e fez isso para que ela nunca pudesse ser corrompida. Mas, visto que isso a tornava imparável, os outros poderes que estavam no Universo DC naquela época criaram um ser de magia negra para rivalizá-la.

Esse espírito espelhava a versão sombria de Hecate e foi formado para batalhar com ela se ela se tornasse poderosa demais, e ficou conhecido como Eclipso.

Este é um retcon intrigante, porque significa que a DC em algum momento terá que revelar quem eram esses outros poderes. Pode ser o primeiro panteão dos deuses – os gregos e os egípcios – mas isso precisa ser esclarecido.

Se Circe conseguir o Coração das Trevas, visto que ela já possui metade do poder de Hecate, ela se tornará a verdadeira personificação da magia.

Liga da Justiça Sombria #17 chega às bancas de quadrinhos norte-americanas em 27 de novembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio