Morte de personagem importante muda para o Homem-Aranha para sempre

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cuidado! Spoilers de Homem-Aranha #1 abaixo.

Depois da chocante morte de Mary Jane em Homem-Aranha #1, nova HQ do herói na Marvel, o criador da série, J.J. Abrams decidiu falar sobre os chocantes acontecimentos ao lado de seu filho Henry Abrams, que também escreve a HQ.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista a Entertainment Weekly, J.J. Abrams falou
sobre a morte de Mary Jane pelas mãos do novo vilão Cadaverous.

De acordo com o diretor – e quadrinista – a morte de Mary
Jane não se encaixa na típica abordagem de “matar uma personagem feminina para
desenvolver o masculino”.

“Entendemos que esse tipo de abordagem existe em histórias
de origem de super-heróis, com vilões gigantes e misteriosos. Com essa
história, nossa esperança é explorar os personagens e entender porque eles agem
da forma que agem. O que une as pessoas nesse mundo? O que os separa? Como se
recuperar de uma tragédia como essa?”, disse Henry Abrams.

De acordo com J.J. Abrams, a história do vilão Cadaverous,
“não vai para onde você acha que ela vai exatamente”.

Na nova HQ, o protagonista é Ben Parker, filho de Peter e
Mary Jane, que tem que lidar com uma péssima relação com seu pai, 12 anos após
a morte de Mary Jane.

Homem-Aranha #1, escrita por Henry e J.J Abrams está
disponível.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio