ALERTA DE SPOILERS

A série Batman de Tom King chegou ao fim na semana passada com o Batman #85, concluindo o arco “Cidade de Bane”, e também amarrando algumas pontas soltas da trama.

Os principais tópicos foram as consequências da morte de Alfred Pennyworth e a reunião de Batman / Bruce Wayne e Mulher-Gato / Selina Kyle como um casal – mas outros detalhes importantes abordados e, para um personagem, isso significava ter seus poderes restaurados.


A chegada de Gotham Girl

Aparecendo pela primeira vez na primeira edição da série de King, Gotham Girl / Claire Clover e seu irmão Gotham / Henry Clover Jr. conseguem super-poderes por meios misteriosos e estão protegendo a cidade. É revelado então que seus poderes têm um alto preço: quando usam suas habilidades, eles encurtam suas vidas.

Gotham morre usando todos os seus poderes e Gotham Girl, levada ao profundo desespero por sua dor, sofre um colapso. Em última análise, é revelado que suas habilidades vêm do veneno de Bane e que ela tem trabalhado com o vilão para quebrar o Batman.

A medida que nos aprofundamos, ela fica mais doente e mais fraca ao usar seus poderes, com sua própria vida se esgotando um pouco mais a cada vez.

Restauração

Em Batman #85, no entanto, o Homem-Morcego é visto subindo em um guindaste com Gotham Girl. Com Bane derrotado, o par tem uma conversa sincera. Batman assume a responsabilidade por tudo o que Gotham Girl passou e quer que ela seja feliz.

É nessa conversa que o herói diz que tem algo para ela. Batman tem na mão um pedaço de kryptonita de platina. É um item que foi dado a ele pelo Superman em Batman: Secret Files #1 e tem o poder de conceder a quem tocar no item essencialmente os poderes do Superman.

O herói oferece a Gotham Girl por tudo o que ela passou – combinado com o fato de que ele sabe que ela é uma boa pessoa, já sabe voar, e pode tomar conta da cidade contra qualquer ameaça.

Para Gotham Girl, esta é uma enorme restauração. Com a saída de Bane, ela não tinha mais seus poderes originais e também tinha uma oportunidade real de fazer outra coisa com sua vida. Recuperando seus poderes, ela realmente tem a capacidade de ser uma heroína por si só.

Batman #85 já está à venda nas bancas de quadrinhos norte-americanas.