ALERTA DE SPOILERS

A mudança está chegando para o Doutor Estranho, agora que ele finalmente consegue largar seus livros de feitiços e pegar um bisturi. Bem, tecnicamente, ele os usará em horários alternados, já que está voltando para a sala de cirurgia nas páginas de Dr. Strange: Surgeon Supreme.

Depois de ter curado suas mãos em uma pechincha com um demônio (sempre um ótimo começo para uma reviravolta agradável), o Doutor Estranho percebeu que pode operar novamente, cumprindo seu juramento hipocrático como deveria, agora que ele pode ser novamente o principal neurocirurgião do mundo.


Uma nova jornada

Mas as primeiras prévias da nova HQ foram lançadas pela Marvel (veja abaixo), e parece que mais do que remédios serão tratados na nova publicação de Strange no McCarthy Medical Insititute. E que talvez a linha entre o místico e o medicinal não seja tão claramente traçada quanto os leitores supunham.

Certamente, alguns fãs ficaram instantaneamente preocupados com a intenção do Dr. Strange de dividir seu tempo entre o Supremo Feiticeiro e a cirurgia. Afinal, até ele admite que cada hora gasta salvando uma vida é tempo NÃO gasto salvando toda a Terra, o universo, até a dimensão.

“O impossível aconteceu! As mãos do Doutor Estranho foram curadas, restaurando suas habilidades cirúrgicas – mas agora ele está dividido entre suas obrigações como o Supremo Feiticeiro e como um neurocirurgião.

E quando ele é forçado a escolher quais votos manter, quem mais sofre por isso? Afinal, a magia sempre tem um custo… Esteja aqui para uma nova era de magia… e horror de Mark Waid e Kev Walker”, diz a sinopse.

Dr. Strange: Surgeon Supreme #1 chega hoje, 26 de dezembro, às lojas de quadrinhos norte-americanas.