O mundo do Batman mudou mais nos últimos três anos do que nas décadas anteriores. Mas se os fãs pensassem que essa turbulência seria substituída pela paz ou um retorno ao normal, estão enganados –  as maiores mudanças no herói estão por vir em 2020.

Quando a minissérie de Tom King continuar pelas mãos de James Tynion IV no ano que vem, o cenário será irreconhecível para quem não estiver acompanhando as HQs do Batman.

Alfred Pennyworth está morto, Bruce Wayne e Selina Kyle estão finalmente juntos por um longo tempo, e a cidade de Gotham, como seu herói, foi quebrada (mas não derrotada) por Bane. E o Batman que emerge desta situação é alterado por causa disso.


Falando através de um boletim pessoal, Tynion ofereceu aos fãs uma declaração descrevendo as mudanças grandes e pequenas que os leitores podem esperar.

Provocando três histórias principais que terão “ramificações extremas para todos os livros de Gotham”, Tynion reitera seu elogio anterior à galeria de vilões do Batman.

Ele dá aos leitores uma visão interna do que está por vir, publicando um trecho de sua própria “declaração de missão sobre como quero abordar o personagem em 2020”, que pode ser lida abaixo.

HQ de ação e horror

Indo para 2020, esse é o nosso verdadeiro objetivo. Cada página de cada edição deve parecer uma história em quadrinhos de ação e horror. Os monstros devem ser mortais e assustadores, e Batman deve se sentir assustador por si mesmo.

Os vilões de Gotham o temem, e ele vai pegar esse medo e manejá-lo como uma arma para recuperar sua cidade. Batman não aparece apenas em plena luz do dia para assustar seus vilões, ele usa truques, sombras e modulação de voz para fazer parecer que ele pode estar em qualquer lugar ao mesmo tempo.

A coisa assustadora com Batman, mesmo para vilões que lutaram contra ele várias vezes ao longo de décadas, é que eles SABEM que, sob o seu traje, ele é apenas um homem. Mas ele ainda parece impossível.

Você dispara uma dúzia de tiros e ainda sabe que, quando desce as escadas correndo para o seu carro de fuga, ele estará lá, à sua frente. E ele vai te machucar. Eles o temem porque, pela vida deles, não conseguem entender como ele faz isso, o que lhe dá esse ar sobrenatural.

Para os bandidos, Batman é como Michael Myers. Ele continua se levantando quando não deveria ser mais possível. Como você pode ganhar contra ele? Você teria que ser louco para tentar.

Até Bruce Wayne é uma figura das sombras. Ele é um industrial bilionário, mas é estranho e um pouco recluso. Os últimos vestígios de seu estilo mais conservador teriam saído pela janela com a morte de Alfred Pennyworth.

Alfred estendeu as roupas para Bruce. Com ele, ele teria se vestido um pouco mais como seu pai. Sem Alfred, Bruce é pura praticidade. Ele veste preto. Selina também. Eles vão a um tipo diferente de gala de Gotham City.

O Old Money Gotham está corrompido e quebrado. Em vez disso, Bruce vai ao dinheiro jovem da cidade para ajudar a financiar sua reconstrução.

Com Selina no braço, o “Playboy” Bruce está morto. Cada minuto acordado é dedicado à reconstrução de Gotham City, tanto como Bruce Wayne quanto como Batman. Ele está no controle de todos os cômodos em que entra, e as pessoas têm um pouco de medo dele.

Ele é uma das pessoas mais ricas do mundo e experimentou muitas perdas. Mas está claro que ele está tentando melhorar a cidade. As pessoas o admiram, porque a maioria das pessoas no seu lugar deixaria Gotham há muito tempo.

Ele acabou de enfrentar um tremendo fracasso no último ano da história. Ele perdeu sua cidade e perdeu o rumo. Mas agora que ele voltou, ele tem uma intensidade quase maníaca. Ele vai consertar as coisas. Ele vai fazer com que ninguém como Bane possa fazer isso com a cidade novamente.

Batman # 86 chega para começar esta nova era da missão de Bruce Wayne em 8 de janeiro de 2020.