ALERTA DE SPOILERS

A Marvel Comics confirmou oficialmente que seu maior vilão é Knull, o Deus dos simbiontes. Nos últimos anos, os escritores Ryan Stegman e Donny Cates reescreveram a mitologia de Venom, acrescentando elementos cósmicos e místicos à tradição do personagem.

Eles revelaram que os simbiontes foram criados por um antigo ser das trevas chamado Knull, que viveu no vazio antes do Big Bang e se opôs veementemente à criação da luz. Knull luta contra a vida desde o início dos tempos e criou os simbiontes para escravizar os outros à sua causa.

Felizmente, ele ficou preso no coração do planeta simbionte de Klyntar, mas está atualmente tentando fugir no evento “Absolute Carnage” e, se conseguir, toda a vida cairá diante dele.


Silver Surfer: Black revelou o quão perigoso Knull é realmente. A minissérie de cinco edições vê o Surfista Prateado transportado de volta no tempo para os dias do amanhecer do universo, quando Ego, o Planeta Vivo, era recém-nascido e os Celestiais eram comuns.

Para seu horror, o Surfista descobre que este é um tempo de escuridão cósmica, com Knull fazendo campanha para apagar todos os vestígios de vida e luz. Ele já forjou uma lâmina de escuridão poderosa o suficiente para matar até um Celestial, e nem o poder cósmico do Surfista é suficiente para derrotar o vilão.

De acordo com Silver Surfer: Black, a raiva de Knull atrasou o desenvolvimento da vida em todo o universo. As poucas civilizações que foram capazes de se desenvolver estavam ocultas, com medo desesperado do escuro, destinadas a serem caçadas pelo Deus dos simbiontes.

Felizmente, o Surfista Prateado é capaz de trabalhar em conjunto com o Ego, o Planeta Vivo, a fim de aproveitar a energia da vida ambiental dessas civilizações em desenvolvimento. Ele combina isso com o Poder Cósmico, e com sucesso dá a Knull um golpe devastador, banindo-o por um tempo e dando ao universo a chance de se desenvolver por enquanto.

Silver Surfer: Black está à venda nas bancas de quadrinhos norte-americanas.