Liga da Justiça não existe mais na DC

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ALERTA DE SPOILERS

Liga da Justiça #39 foi cheia de reviravoltas, mas basta dizer que mesmo reunindo os futuros heróis da DC e a Sociedade da Justiça do passado ainda não foi suficiente para vencer.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A missão de Perpetua não era ‘tomar’ mundos à força, mas pedir que eles adotassem o Apocalipse ou a Justiça.

Em outras palavras, ouvir o chamado da Liga da Justiça por esperança, fé, crença e otimismo… ou afastar-se do medo, da escuridão e do ódio.

E tendo sido ‘pressionado’ a escolher o Apocalipse uma vez (aos olhos dos heróis esperançosos), o mundo recebe uma segunda chance no final da trama.

Uma escolha que eles fazem de novo, quebrando o coração dos heróis, mas seguindo perfeitamente o plano de Perpetua:

“Afinal, eu fiz esse universo, crianças. Eu não sou um vilão. Um inimigo. Eu estou além disso. Eu sou o começo e o fim… Eu projetei tudo isso. Toda essa história. Desde o início até agora.

Para que você soubesse que a escolha deles era real. E que neste mundo… não tem mais lugar para você. Essa é a verdade final.”

O fim da Liga da Justiça?

O golpe inesperado é devastador para os fãs do épico de Scott Snyder. Tendo explicado que eles eram peões desde o início, Perpetua limpa os heróis reunidos do planeta para que ela possa passar para a próxima etapa de seu plano: “começando uma nova história”.

Aqueles que estiveram lendo ao longo do caminho não precisam de mais explicações, nem detalhes sobre o pesadelo predatório de uma realidade que ela procurará construir em todo o Multiverso. Mas o verdadeiro choque ocorre quando o destino dos próprios heróis é revelado.

Eles estão sem poder, vestidos apenas de preto, abandonados na superfície lunar. Não apenas encalhados… mas apagados da realidade.

Sua remoção faz sentido, dar a Perpetua a liberdade de remodelar a realidade como ela achar melhor, sem mais interrupções.

Heróis do passado e do futuro são banidos de volta para suas versões alternativas do Universo DC, enquanto aqueles que se opõem a ela desaparecem da existência.

Mas sendo esta a Liga da Justiça, a missão deles ainda não acabou. A chegada da Quintessência – seres cósmicos altamente poderosos que observaram os eventos – preenche os espaços em branco.

Acontece que a Perpetua pretendia destruir completamente a Liga. Foi apenas o poder da Quintessência que os preservou e impede que sua existência seja percebida por Perpetua, para que ela não descubra um possível novo plano.

Liga da Justiça #39 já está à venda nas lojas de quadrinhos norte-americanas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio