Nas HQs da Marvel, uma das motivações mais importantes de Thanos é seu amor pela Morte, entidade poderosíssima que representa o fim de todas as coisas. Foi essa obsessão que alimentou grande parte das histórias do Titã Louco nos quadrinhos.

Na HQ Deadpool: The End #1, é o mercenário que consegue conquistar a Morte. No novo capítulo, o anti-herói tenta trapacear a Morte e viver para sempre. Ao invés disso, ele encontra Ellie, sua filha.

É revelado que Deadpool está tentando salvar a agora idosa Ellie da Morte. Pelo benefício da filha, ele decide aceitar seu fim. Ellie vai para um lugar melhor enquanto Deadpool e a Morte governam juntos o Reino.


O personagem lembra que a Morte provavelmente vai se cansar dele algum dia, porém isso não é visto no final da HQ.

E Thanos?

Mesmo que o final mostre que Thanos não ficou com a Morte, em outro desfecho é o Titã Louco que ri por último.

O “Domestic Bliss Ending” começa com Deadpool sentado preguiçosamente em uma poltrona enquanto a Morte reclama do fato do herói não estar trabalhando. Os dois já viveram junto por milênios, e atualmente estão na terapia de casais organizada pelo Doc Samson.

Em uma tentativa de frustrar Deadpool, a personagem revela que vai se encontrar com Thanos para tomar um café.

Essa não é a primeira vez que Deapdool e a Morte ficam juntos nas HQs. Os personagens já se envolveram romanticamente nos anos 90.