ALERTA DE SPOILERS

Apesar de alguns confrontos épicos e chocantes em linhas do tempo alternativas, na continuidade principal do universo DC, Batman e Superman são amigos, e é improvável que um mate o outro em uma briga.

No entanto, os fãs ficarão surpresos ao saber que em Batman #42, o Superman oficialmente, canonicamente, e sem esforço, matou o Batman com um único golpe no rosto.


Desfecho trágico

Para aqueles que perderam o enredo da série Batman de Tom King e Mikel Janin, a edição foi lançada como parte de uma história maior na qual Hera Venenosa conquistou o mundo inteiro com comida.

Os únicos que conseguem não cair na escravidão são Batman e Mulher-Gato. E eles também têm um plano para quebrar seu governo. Um que começa de forma simples e perigosa o suficiente: enlouquecer o Superman.

Depois de algumas cenas memoráveis ​​de Bruce e Selina vivendo uma vida normal em um mundo onde literalmente todas as outras pessoas estão tomadas em mente e espírito, as coisas mudam para o suspense.

As suspeitas de que Batman está tentando criar um antídoto que frustrará o plano de Hera enfurecem a vilã, que convoca o Superman para contra-atacar deixando o herói desamparado, desarmado e pendurado de cabeça para baixo.

Batman está sempre disposto a executar a estratégia vencedora, mesmo que envolva sua própria morte. E assim, sabendo que a única chance é sua própria morte, Bruce faz o que é melhor: ele irrita o Superman.

Tecnicamente, ele irrita Hera, provocando seu temperamento até ela atacar – sem saber que ela está usando um kryptoniano sobre-humano como seu substituto.

Se ela tivesse parado para perceber o dano possível, ela poderia não ter forçado Superman a socar Batman diretamente no rosto… matando-o instantaneamente.

Mas se Batman tivesse realmente sido morto para sempre, o mundo provavelmente teria ouvido falar sobre isso. Então, qual é a solução? Acontece que controlar todas as mentes é útil quando você precisa vencer um problema desagradável como a morte.

Selina é mostrada a seguir ao lado da cama de Bruce, enquanto Hera confirma que Bruce estava morto, antes que ela usasse ciência e magia para restaurá-lo à vida. Os resultados foram tão perfeitos quanto se esperaria (ou pelo menos parecem estar até agora).

Mas mesmo que ele seja magicamente curado, o fato permanece: essa versão do Batman foi assassinada pelo Superman, em uma história que chocou os leitores de quadrinhos do cânone da DC.

Batman #42 já está à venda nas lojas de quadrinhos norte-americanas.