Wolverine é um dos heróis mais durões do Universo Marvel. Ele encarou algumas das maiores ameaças do mundo e sempre se manteve firme.

No entanto, nas páginas de Wolverine: The End, uma realidade foi introduzida onde Logan se viu confrontado por seu maior inimigo de todos: seu irmão.

O que aconteceu quando o mutante enfrentou o dilema de ter que lutar contra seu único laço familiar restante?


John

John Howlet Jr. foi o primeiro filho de John e Elizabeth Howlett e nasceu no final do século XIX. A infância de John foi feliz o suficiente, com o garoto criando um relacionamento próximo com seu irmão mais novo, James.

As coisas começaram a desmoronar quando ele viu sua mãe beijando o jardineiro local, Tom Logan.

John confrontou sua mãe e seus poderes mutantes se manifestaram pela primeira vez em sua raiva – estendendo um par de garras de ossos de suas mãos, com as quais ele acidentalmente a cortou.

John foi enviado a um asilo por seu pai para evitar um escândalo por causa dessa revelação e sua família fingiu sua morte.

Ele passou anos no asilo, esperando ser libertado por sua família. Infelizmente, eles nunca vieram.

John não sabia que sua família havia morrido, pouco tempo depois que ele foi mandado embora, no caos de seu irmão, também desenvolvendo seus próprios poderes.

John foi levado por um grupo de pesquisadores – o início da Arma X – que explorou seus poderes e suas origens.

Eventualmente, desenvolvendo uma mutação secundária e a capacidade de se tornar intangível, John se libertou de seus captores e escapou para o mundo real, observando seu irmão de longe e estabelecendo seus planos para o mundo.

Ele foi capaz de montar uma série de instalações sob seu comando, até mesmo tirando a tecnologia restante da agora extinta Arma X.

Confronto entre irmãos

Quando John confrontou seu irmão, já fazia mais de um século desde que eles se conheceram. Envelhecendo, Logan passou anos isolado no deserto canadense, fazendo um acordo com os habitantes locais para fornecer peles de animais em troca de suprimentos.

Quanto mais velho o Wolverine fica, mais ele perde o controle. Logan saiu do esconderijo para assistir ao funeral de seu inimigo de longa data, Dentes-de-Sabre.

Seguindo Wolverine e observando-o de longe, John conseguiu atrair Logan para o Japão. Lá, ele confrontou seu irmão. John ofereceu-lhe uma posição ao seu lado, mas Wolverine recusou.

Wolverine o seguiu, eventualmente lutando contra John em Nevada. Logan foi forçado a tentar impedir John de ativar uma bomba nuclear para causar uma reação em cadeia.

Isso poderia derrubar a economia dos EUA e permitir que John e seus aliados assumissem o controle da nação. Wolverine conseguiu impedir a bomba e os dois lutaram uma última vez.

Na briga, Logan conseguiu pegar John antes que ele pudesse se tornar intangível novamente e acidentalmente o esfaqueou no peito.

John morreu nos braços de seu irmão, sugerindo o tipo de coisa que ele teria dito a Wolverine se tivesse a chance.

A história termina com Wolverine, com o coração partido por sua última morte, sem fazer nada, pois está cercado por homens armados que têm ordens para matá-lo.

Verdadeiramente, esta versão do Wolverine perde tudo. Depois de perder o contato com seus aliados e se tornar quase completamente isolado, John foi a chave potencial para um mundo de informações e família.

Mas agora, nem mesmo pela intenção de Wolverine, suas perguntas sobre o passado serão reveladas para sempre.

Mais do que tudo, a batalha contra John Howlett Jr. quebrou o espírito de Wolverine e tirou o fogo da briga. Esse é o “fim” final de Wolverine: quando ele simplesmente não se importa o suficiente para lutar mais.