O Superman é tido como o mais importante super-herói de todos os tempos nas histórias em quadrinhos.

Foi ele o responsável pela grande onda de heróis com trajes coloridos, e muitas editoras tentaram copiá-lo ao longo das décadas.

Uma dessas editoras foi a Marvel, é claro, e isso resultou na criação do Sentinela – mas esse é um personagem que raramente é lembrado pelos fãs ou mesmo pelos escritores de quadrinhos.


O Superman da Marvel

O Observatório do Cinema destaca que o Sentinela foi criado em 2000, com a intenção de ser uma resposta da Marvel para o Superman da DC.

Seu verdadeiro nome era Robert Reynolds, e ele ganhou seus poderes após consumir um composto brilhante, que era um tipo de versão melhorada do soro do super soldado do Capitão América.

Foi aí que percebeu que havia ganhado poderes equivalentes a “um milhão de sóis explodindo”, mas Sentinela nunca foi um cara responsável, então seu primeiro ato como herói foi espancar um valentão que o atormentava na escola.

Enquanto Sentinela pode ser considerado como um dos personagens mais poderosos da Marvel e uma versão alternativa do Superman, ele é bastante sombrio.

Reynolds constantemente sofre por causa de seu heroísmo, o que o leva a diversos dilemas.

Sentinela teve parcerias com vários outros heróis, como os Vingadores e os X-Men, mas parece ter sido esquecido nos últimos anos.

Seus quadrinhos nunca foram um grande sucesso em vendas, então colocá-lo na geladeira foi uma atitude compreensível da Marvel.

No entanto, Sentinela provou muitas vezes que pode ser mais do que um clone do Superman – e merece reconhecimento por isso.