Uma das melhores qualidades do Homem-Aranha é seu gênio inventivo. Peter Parker não confiou apenas nos poderes de aranha que recebeu daquela picada de aranha – ele escolheu fazer algumas de suas próprias ferramentas, construindo atiradores de teia e um fluido de teia incrivelmente forte que lhe permite atirar seda semelhante à de aranha em seus inimigos.

Ao longo dos anos, esse poder inventado se tornou indiscutivelmente uma das habilidades mais úteis do Homem-Aranha, pois permite que ele percorra a cidade, prenda inimigos e salve pessoas inocentes com suas teias.

Mas do que exatamente é feito o fluido de teia do Homem-Aranha?


Embora a fórmula secreta de Peter Parker seja um mistério desde 1963, várias histórias ofereceram pistas tentadoras sobre como essa substância milagrosa é criada.

De que poderia ser feito o fluido de teia do Homem-Aranha?

Do que exatamente é feito o notável fluido de teia do Homem-Aranha? Embora a Marvel Comics nunca tenha dado aos leitores uma fórmula exata, o Observatório do Cinema apurou que houve várias pistas ao longo dos anos.

Em Homem-Aranha: A Série Animada, Homem-Aranha disse a um jovem fã que ele acreditava que a aranha que o mordeu também lhe deu um conhecimento instintivo dos produtos químicos no tecido de uma aranha real. Isso indicaria que as teias artificiais do Homem-Aranha são baseadas na seda de aranha real, que é composta de cadeias de aminoácidos como glicina e alanina, tornando-a um tipo de proteína.

Como a teia do Homem-Aranha, a seda real é extremamente forte, sendo proporcionalmente mais forte que o aço e mais durável que Kevlar.

No entanto, deve-se levar em consideração que Peter Parker fez sua fórmula original enquanto ainda estava no ensino médio – e ele não tinha muito dinheiro. Isso poderia significar que Peter foi forçado a usar produtos químicos e materiais que ele poderia comprar ou encomendar em lojas de produtos químicos.

Nos anos posteriores, Peter pegou equipamentos e produtos químicos dos laboratórios de química totalmente abastecidos da Empire State University e melhorou bastante sua fórmula de teia. Como Peter Parker quase sempre está quebrado financeiramente, no entanto, é provável que ele não use produtos químicos de primeira linha para o seu fluido de teia.

Um conto humorístico do Homem-Aranha aborda isso, mostrando Peter Parker pegando um pouco de plástico para a sua fórmula da teia em uma farmácia de hobby. Infelizmente, desde que o preço do plástico subiu, Peter não pode comprar o suficiente e fica sem teias enquanto persegue um bandido mais tarde.

Felizmente, esse bandido também comprou na mesma farmácia o hélio para o seu balão de fuga. Como o preço do hélio também subiu, seu balão não funciona corretamente e o Homem-Aranha é capaz de derrubá-lo graças ao poder da inflação econômica.

Surpreendentemente, como o Homem-Aranha usou esses elementos básicos para o seu fluido de teia, ele é capaz de juntar criativamente um conjunto viável usando produtos químicos baratos. O clone de Homem-Aranha, Ben Reilly (que tem todas as memórias de Peter Parker e, portanto, o segredo de sua fórmula de teia), foi forçado a fazer isso em The Sensational Spider-Man #0.

Essencialmente quebrado neste momento, Ben encontrou todos os produtos químicos que ele precisava em utensílios domésticos em uma farmácia do bairro por US$ 16,50! Enquanto as teias eram mais quebradiças que as costumeiras teias do Homem-Aranha e entupiam os atiradores de Ben, ainda funcionavam admiravelmente.

Curiosamente, o segredo das teias do Homem-Aranha pode estar no fato de elas serem tão baratas! Durante a lua de mel de Peter Parker e Mary Jane Watson, Peter foi recrutado pelo anti-herói Puma para uma missão secreta.

Com pouco líquido em teia, Peter entrou no laboratório de última geração de Puma e usou seus produtos químicos para criar um pouco mais. No entanto, a mistura não era perfeita e a teia era altamente ácida – dissolvendo tudo o que tocava.

Peter se perguntou por que ninguém jamais duplicara sua teia exatamente desde que a projetou no ensino médio – mas isso pode ser porque um laboratório de ponta pode ignorar alguns produtos químicos mais baratos que Peter precisa usar por necessidade.

Talvez uma das explicações mais detalhadas da teia do Homem-Aranha venha de Peter Parker: Spider-Man #26, onde uma cientista da polícia dá uma impressão do Homem-Aranha. Segundo ela, o Homem-Aranha é um gênio científico que criou uma fórmula impressionante de teia.

A polícia conseguiu preservar uma amostra do tecido do Homem-Aranha em um pote de formaldeído antes de se dissolver, permitindo que o analisassem e descobrissem plásticos, policarbonatos e microfilamentos muito exóticos de um composto de rubídio em sua estrutura. A cientista sugeriu que a polícia localizasse funcionários de laboratórios químicos, médicos e estudantes talentosos para descobrir quem realmente era o Homem-Aranha.

Independentemente de sua fórmula exata, o fluido da teia que Peter conseguiu desenvolver continua sendo uma parte essencial do Homem-Aranha. Embora pareça inacreditável que um estudante do ensino médio seja capaz de inventar uma substância milagrosa por conta própria, o fato de Peter Parker optar por não confiar apenas nos poderes que ele recebeu mostra o quão determinado e criativo ele realmente é.

E, finalmente, é essa criatividade e determinação que permitiram ao Homem-Aranha desfrutar da incrível carreira que ele teve.