Loki é uma figura importante nos quadrinhos da Marvel. O irmão do Thor é comumente chamado de deus da trapaça, mas ele já assumiu outro título, que cria uma sinistra conexão com Lucifer, da DC.

O vilão da Marvel costuma agir como agente duplo, jogando para os dois lados, o que costuma colocá-lo em perigo constantemente.

Eventualmente, ele paga o preço pelas suas ações e é banido para o submundo de Hades e, por um breve momento, Loki tecnicamente se tornou o Satã da Marvel.


Foi Zeus quem baniu Loki para o Inferno e lá ele assume o lugar de Hades. Pouco após começar seu reinado, ele ganha um filho e, além de se tornar o governante do local, ele decide dar a si mesmo um novo nome: Satã.

Obviamente que Loki não fica quieto por muito tempo e acaba liberando o Inferno na Terra, literalmente dessa vez.

Enquanto isso, na DC

Do lado televisivo da editora concorrente, descobrimos recentemente que a Netflix confirmou a 6ª temporada de Lucifer.

De acordo com a plataforma de streaming, o 6° ano encerra a história. Vale notar que o mesmo foi dito sobre a 5ª temporada – apesar de que, dessa vez, a Netflix parece decidida sobre o tema.

Para ter uma temporada adicional, rumores dão conta de que houve uma negociação intensa com Tom Ellis. No fim, o ator aceitou o acordo.

“Entediado com a vida nas trevas, o diabo se muda para Los Angeles, abre um piano-bar e empresta sua sabedoria a uma investigadora de assassinatos”, diz a sinopse.

Além de Tom Ellis, o elenco tem ainda Lauren German e Kevin Alejandro.

A 5ª temporada de Lucifer chega em 21 de agosto na Netflix.