O evento Homem de Ferro 2020 foi esclarecedor para Tony Stark. Depois que Stark foi levado a acreditar que ele era realmente um membro das Inteligências Artificiais, seu irmão há muito perdido, Arno, assumiu as Indústrias Stark e o manto do Homem de Ferro.

Agora, ele está travando guerra contra robôs e Inteligência Artificiais no mundo, uma guerra que está impactando todo o Universo Marvel.

Como todo mundo, desde Coração de Ferro até o Quarteto Fantástico, descobriu em primeira mão, os robôs do Universo Marvel estavam prontos para uma revolução, e a guerra de Arno está destruindo o relacionamento da humanidade com as Inteligências Artificiais. Depois que Tony Stark se viu como o líder improvável na revolução robótica da Marvel, ele aparentemente foi morto no final de Homem de Ferro 2020 #3.


Agora, Homem de Ferro 2020 #4 revelou que Tony Stark – o verdadeiro Tony Stark – estava vivo, afinal, graças em grande parte à sua longa experiência com a Inteligência Artificial conhecida como Sexta-Feira. Como esta edição revela, Sexta-Feira está se escondendo em um ambiente virtual chamado 13º andar, um refúgio virtual e uma instalação vital na guerra de humanos contra robôs.

O retorno do verdadeiro Tony

Usando todo o poder de seu traje do Homem de Ferro, Arno matou Tony enquanto tentava desativar uma máquina que transmitia programação para tornar as Inteligências Artificiais da Marvel obedientes. Mas sob o pseudônimo Ghost in the Machine, Sexta-Feira transferiu a consciência de Mark One de seu corpo para o 13º andar, pouco antes da explosão de Arno poder causar qualquer dano fatal.

Como explica Sexta-Feira, o 13º andar é o que Tony Stark chamou de eScape, um refúgio seguro para as Inteligências Artificias. Sexta-Feira teve seu código espalhado por todo o eScape e vinculado a ele quando foi reformatada no 13º andar.

Como a própria Sexta-Feira disse, ela passou “de uma voz em uma armadura, para uma androide falante ambulante, para um mundo inteiro”. Com seu novo alcance, Sexta-Feira contata os líderes da resistência dos robôs e diz que ela pode fornecer um patch para a programação de obediência de Arno.

Depois de fazer essa revelação, Sexta-Feira confronta Tony e diz que ele é realmente o verdadeiro Tony Stark, com seus únicos aprimoramentos sendo alguns componentes biológicos artificiais. Para provar seu ponto de vista, Sexta-Feira coleciona fragmentos da consciência de Tony no 13º andar, na esperança de que um dia eles possam reconfigurar sua consciência e trazer de volta o verdadeiro Tony Stark.

Embora Tony seja confrontado com um conceito preocupante de como uma ideia de Tony Stark pode ser o verdadeiro Tony Stark, Sexta-Feira responde que ela também é uma ideia viva e evolutiva de Tony Stark, e ela se orgulha desse fato.

Sexta-Feira percorreu um longo caminho desde que ela foi introduzida como um sistema de computação em Homem de Ferro #53 de 2002, por Mike Grell e Michael Ryan. De forma muito parecida com Visão no MCU, Sexta-Feira cresceu muito além do sistema operacional glorificado que ela originalmente deveria ser.

Ironicamente, agora, ela salvou seu criador e o ajudou a perceber que ele ainda é o verdadeiro Tony Stark de todas as formas.

Com o corpo de Mark One ainda intacto, Sexta-Feira e Tony estão em uma missão para injetar Tony de volta à realidade para que ele possa recuperar o controle de seu império de Arno e parar sua guerra contra as Inteligências Artificias. À medida que Homem de Ferro 2020 continua, Arno terá uma batalha contra um Tony Stark que conta com o apoio de Sexta-Feira, que agora tem o poder de computação de todas as Inteligências Artificias do mundo.

Homem de Ferro 2020 #4, da Marvel, já está disponível nos Estados Unidos.