Thor e Loki brigam há anos e esse conflito moldou o universo Marvel mais de uma vez. Apesar da origem da briga não ser um mistério, há um segredo em específico que nunca permitirá Loki confiar no seu irmão.

Na revista Thor: The Trials of Loki, de Roberto Aguirre-Sacasa e Sebastian Fiumara, Loki conta famosas histórias da mitologia nórdica sob sua perspectiva, mas a história do martelo de Thor, Mjolnir, que revela a natureza da briga entre os irmãos.

Ao colocar duas equipes de ferreiros anões uma contra a outra, em uma competição para fazer presentes para os deuses, Loki aposta sua cabeça que uma equipe não conseguirá fazer nada melhor que seus competidores.


Embora Loki tenha tentado sabotar o trabalho da equipe adversária, fazendo com que a empunhadura do Mjolnir ficasse curta, Odin acaba escolhendo o martelo como o melhor presente.

Loki conta como ele evitou ser decapitado, dizendo que os anões não tinham direito algum sobre seu pescoço.

Experiência traumática

A equipe vai até Thor, pedindo ajuda para que eles possam conquistar o prêmio e o deus do trovão segura Loki para que eles costurassem seus lábios.

Thor lembra das coisas de forma diferente: “ninguém costurou seus lábios, Loki. Eu não teria deixado isso acontecer. Eu não teria ajudado”.

Loki rebateu, lembrando que a experiência foi muito traumática para ele, mostrando que ele não era enxergado como um semelhante.

“Mas você ajudou! Você ajudou e você riu. E Odin riu. E Balder riu. Eu corri de Glasheim e escutei vocês. Eu ouvi as risadas, enquanto puxava o fio da minha boca e pensei: eu não faço parte daqui. Eu estou sozinho”.

De fato, se Loki estiver contando a verdade, é uma experiência aterradora. Pode ser que Thor se lembre das coisas de forma diferente, mas não saberemos ao certo quem diz a verdade.

Thor: The Trials of Loki pode ser encontrado para a venda em lojas online.