Além de A Lenda de Korra: Importante personagem de Avatar ganha série própria

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O mundo de Avatar: A Lenda de Aang apenas continua crescendo e crescendo, mas ao longo do caminho, ainda está desenvolvendo alguns de seus personagens que não receberam o que mereciam em primeiro lugar.

Suki, a guerreira Kyoshi, era um membro valioso da gangue, mas considerando que ela esteve ausente em muitas de suas aventuras, ela é frequentemente esquecida ou deixada de fora nas considerações da equipe.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Dark Horse Comics está pronta para remediar essa situação com Avatar: The Last Airbender — Suki Alone, uma nova série de quadrinhos que será lançada em breve, que irá acompanhar a heroína do título.

Merecido destaque

Suki apareceu pela primeira vez no quarto episódio da série original e, embora ela fosse uma personagem memorável, não estava claro se ela cresceria ao nível de importância que acabou crescendo.

Ao mesmo tempo, todos os elementos dela que se tornariam tão centrais estavam lá desde o início. Ela era feroz, capaz, tinha a compostura de princípios de uma líder, e até mesmo seu romance com Sokka trouxe seus primeiros estágios de desenvolvimento.

Mais tarde, ela apareceria na segunda temporada durante “The Serpent’s Pass” para ajudar a gangue a chegar a Ba Sing Se, ajudar a salvar Appa em “Appa’s Lost Days” e finalmente se juntar à equipe após escapar da prisão em “The Boiling Rocha”.

Aparentemente, é durante sua estada na prisão que Suki Alone ocorre. Na mesma tendência de Katara and the Pirate’s Silver, a história em quadrinhos volta para o espaço entre os episódios para dar corpo à história de Avatar sem utilizar uma sequência ou um prelúdio.

A partir da sinopse divulgada, parece que Suki será forçada a promover uma comunidade para si mesma em seu novo ambiente, presumivelmente entre seus prisioneiros e na ausência dos outros guerreiros Kyoshi. Este é o lugar perfeito para destacar as qualidades do caráter de Suki raramente vistas.

É importante lembrar que Suki é uma líder e, no contexto da equipe, muitas vezes fica ofuscada pela importância de Aang na liderança do grupo e pela posição de Sokka como estrategista.

Suki se tornou a líder de um grupo de elite de guerreiros em uma idade precoce e então supervisionou sua expansão sem precedentes além de sua ilha e em um papel global ajudando o mundo em geral.

Vê-la unir uma comunidade é exatamente o tipo de história que Suki deveria ter, e oferece mais serviço a uma personagem que muitas vezes era relegada a uma breve sequência de ação para justificar sua presença na equipe.

Semelhante a como os episódios “Zuko Alone” e “Korra Alone” concretizaram o funcionamento interno dos personagens em que se concentraram. Suki Alone tem o mesmo potencial de fornecer mais história de fundo para seu herói e fazê-la se sentir como uma personagem totalmente desenvolvida.

Avatar tem tantos personagens ótimos que é compreensível por que seria difícil fazer um espaço adequado para todos eles, e é apenas em uma aventura solo que Suki poderia realmente ter fôlego para desfrutar do espaço que ela merece.

Ao mesmo tempo, o futuro potencial de contar histórias prova quase tão empolgante quanto o que Suki Alone oferece.

A vontade da franquia de mergulhar no passado e desenvolver os papéis de personagens raramente vistos cria inúmeras oportunidades tanto para uma exploração posterior de Suki especificamente quanto para incontáveis ​​outros personagens.

A caçadora de recompensas June, Hama ou mesmo Haru poderiam receber mais atenção em tais histórias.

As histórias de Avatar nem sempre precisam restaurar o equilíbrio do mundo inteiro. Focar nos personagens menores restaura bastante equilíbrio do jeito que é, e para os fãs desses personagens, pode significar o mundo, de fato.

Avatar: The Last Airbender – Suki Alone foi escrita por Faith Erin Hicks e Tim Hedrick, com arte de Peter Wartman, cores de Adele Matera e letras de ComiCraft. A série em quadrinhos será lançada em junho de 2021.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio