Keanu Reeves revela qual herói dos quadrinhos ele quer viver no cinema

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os Estados Unidos tiveram o maior lançamento de uma série original de quadrinhos em décadas. Brzrkr #1 recebeu mais de 600.000 pedidos de vendedores de quadrinhos, tornando-se a maior edição de quadrinhos em 30 anos, junto com Star Wars #1 da Marvel em 2015.

Mas, embora Brzrkr tenha sido co-criada e co-escrita por Keanu Reeves, não é baseada em nenhuma franquia pré-existente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seu personagem principal, que se assemelha a Reeves, é um guerreiro imortal que atualmente oferece seus serviços violentos ao governo dos Estados Unidos em troca de sua ajuda na pesquisa de seu passado esquecido.

Os filmes recentes de John Wick do ator foram a principal fonte de violência sangrenta na tela na última década, e Reeves contou à EW que o cerne da ideia de Brzrkr começou com uma imagem mental que seria brutal até mesmo para os padrões de Wick: um punho perfurando um peito.

“A ideia veio de mim no sentido de querer ter um personagem que pudesse perfurar o peito de alguém e sair pelas costas”, contou Reeves.

“Ou uma sequência de luta em que ele poderia arrancar o braço de alguém ou partir alguém ao meio. Isso me ocorreu neste meio de uma cena de batalha, e isso foi provavelmente por volta de 2017.”

“Originalmente, pensava nisso como um personagem de filme, mas então fui a uma reunião com o pessoal da Boom Studios.”

“Cresci lendo quadrinhos e amando quadrinhos, e eles também queriam desenvolver coisas em live-action. Então, eles me perguntaram se eu tinha alguma coisa acontecendo. Eu mostrei a história para eles, e então eles disseram: ‘Certo, você já pensou em transformar em uma história em quadrinhos?’”

Criação de Keanu Reeves

A Boom juntou Reeves ao prolífico escritor de quadrinhos Matt Kindt, que demonstrou talento em quadrinhos anteriores para pegar premissas aparentemente simples e transformá-las em algo mais inteligente e mais interessante do que os leitores poderiam esperar.

“Indo para lá, eu tive a mesma reação que acho que algumas pessoas podem ter. Tipo: ‘É outra história em quadrinhos de guerreiro eterno? Qual é a inovação?’”, disse Kindt.

“Ao longo da minha carreira, tentei ter ideias e maneiras de tornar as histórias mais interessantes. Mas então, quando me encontrei com Keanu pela primeira vez e ele estava me contando a ideia, eu pensei: ‘Ele já veio com algumas pequenas reviravoltas por conta própria.’ Então, adorei a ideia.”

Uma vez que o artista Ron Garney estava a bordo, um processo criativo começou a tomar forma: Keanu Reeves e Kindt conversavam sobre ideias de histórias e possibilidades de diálogo. O escritor copiou tudo e então transformou em um roteiro que o artista poderia entender e interpretar.

O resultado é uma narrativa realmente eficiente: Brzrkr #1 está cheia de cenas de luta, mas o leitor nunca perde a noção do personagem principal ou do que está acontecendo.

Há diálogo suficiente, mas sem gordura em termos de narração ou história de fundo que às vezes pode arrastar os quadrinhos, especialmente em suas primeiras edições; apenas no final de Brzrkr #1 é introduzida uma reviravolta que levará a história adiante.

Reeves, Kindt e Garney também são rápidos em dar crédito a seus outros colaboradores, incluindo o editor Eric Harburn, o colorista Bill Crabtree e o escritor Clem Robbins.

Kindt, que ocasionalmente escreveu e desenhou seus próprios quadrinhos no passado, descreve essa colaboração de várias pessoas como “elétrica”, e todos os envolvidos parecem energizados por ela.

“O que há de bom nisso é que às vezes Keanu e Matt examinam algumas das coisas que estou fazendo e dizem: ‘Ei, o que você acha disso ou daquilo?’”, comentou Garney.

“A última vez que eles fizeram um comentário foi perfeito porque era algo que eu não vi. Eles disseram: ‘Você poderia mover esse cara para que ele faça mais isso?’ E então, quando olhei de volta para o meu próprio painel, pensei: ‘Ah sim, entendi.’”

“Eu só não tinha visto dessa forma. Portanto, é bom ter todos interagindo, recebendo a primeira impressão e dando o feedback. Está tudo funcionando muito bem.”

Interesse em interpretar o personagem

Garney só tinha uma pergunta para Keanu Reeves antes de começar a desenhar: “Esse personagem deveria se parecer com você?”

Como qualquer pessoa que já viu imagens de Brzrkr pode dizer, os longos cabelos negros e barba do personagem significam que a resposta foi um sonoro “sim” (sorte de Garney, já que ele revelou que o rosto de Keanu Reeves é incrivelmente fácil de desenhar).

Talvez em algum momento no futuro, o personagem irá cruzar para outra mídia, como o cinema e a televisão.

“Eu disse a Ron: ‘Bem, eu quero fazer o meu papel’”, disse Reeves.

“Mas espero que fique claro que não sou só eu, é um personagem, mas sim, estou conectado a essa forma e me identifico com ela. Também estou descobrindo coisas na vida, tenho meus próprios problemas e isso é parte de como todos nós tiramos proveito de nossa própria experiência de vida.”

Brzrkr #1 já está disponível nos Estados Unidos. A série de quadrinhos de Keanu Reeves está planejada para 12 edições, com três arcos de quatro edições cada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio