Marvel cumpre promessa feita por Pantera Negra no MCU

Editora revelou o que acontece quando T'Challa decide abrir Wakanda

Publicado em 6/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma promessa feita pelo Pantera Negra no MCU foi cumprida nos quadrinhos da Marvel. Mas não se engane: trouxe sérias repercussões.

Em Pantera Negra, do Marvel Studios, T’Challa muda de ideia sobre o isolacionismo de Wakanda com a chegada de seu primo, Erik Killmonger.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora o personagem de Michael B. Jordan seja basicamente o vilão do longa-metragem, ele, de certa forma, acaba convencendo o super-herói de que abrir Wakanda para o resto do mundo seria o melhor a se fazer.

Afinal, é um lugar cujos recursos de ponta poderiam ajudar muitas pessoas ao redor do planeta.

Mas o que acontece quando Wakanda realmente é aberta para o resto do mundo? Pantera Negra #25, uma nova história em quadrinhos, trouxe o resultado disso, embora não seja da maneira que os fãs da Marvel esperam.

Nos recentes quadrinhos escritos por Ta-nehisi Coates, T’Challa decidiu abrir Wakanda de uma maneira ambiciosa – explorando outros planetas.

Mas a ideia de tornar Wakanda um lugar menos isolado logo saiu dos trilhos, já que Wakanda rapidamente se transformou em um império intergaláctico.

Em algum ponto, T’Challa perdeu o controle disso, com o império ganhando indesejáveis formas coloniais destrutivas.

Tudo levou a um conflito grandioso, que foi resolvido enquanto a deusa Bast assistia tudo. Pantera Negra #25 traz T’Challa e Ororo Munroe (também conhecida como Tempestade) questionando a deusa por sua pouca vontade de agir em meio ao caos.

Mas Bast responde: “Foi Bast quem mandou esses Wakandanos para as estrelas? Foi Bast quem caçou o seu precioso Vibranium nas cinco galáxias?”

As repercussões de abrir Wakanda

Tempestade diz a T’Challa que Bast está certa, mas ele merece crédito pelos bons aspectos de suas ideias e suas intenções: “Você abriu Wakanda e depois a transformou de um nome que inspira medo em um que dá esperança.”

T’Challa é abordado aqui como um homem de dois lados muito distintos: o que nunca quis o poder e o que sempre o desejou desesperadamente. Afinal, a decisão de abrir Wakanda é muito mais complexa do que parecia.

Pantera Negra #25, da Marvel, está à venda agora nos Estados Unidos.

No cinema, Pantera Negra foi interpretado por Chadwick Boseman, ator que tragicamente faleceu em 2020.

A sequência, Pantera Negra: Wakanda Para Sempre, estreia em 8 de julho de 2022, mas não deve substituir o ator nem trazê-lo de volta com a ajuda de efeitos especiais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio