Homem-Aranha prova que Batman sempre esteve certo em antiga discussão

Bruce Wayne sempre acaba entrando na escolha de matar ou não os vilões na DC e agora Marvel parece ter a resposta

Publicado em 14/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de spoilers

Em Spider-Man: Spider’s Shadow #3, a Marvel faz o Homem-Aranha matar vários vilões dele. Com esse arco, a editora mostra, sem querer, que o Batman sempre esteve certo na DC em não assassinar os inimigos dele.

Por anos, em diversas histórias, o Batman é envolvido nessa escolha. Matar ou não vilões que sempre atormentam Gotham? Bruce Wayne tem uma regra clara e praticamente sempre a segue, não assassinando os inimigos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nessa série da Marvel, Peter Parker se junta ao Venom. Com o simbionte, uma versão mais sombria do Homem-Aranha é apresentada.

Na história, Peter mata inimigos como Mysterio e Rino. Quando Kraven consegue afastar o simbionte do Homem-Aranha, a Marvel revela que as escolhas do herói foram conscientes, apesar de ter a força de Venom – que poderia influenciá-lo.

Homem-Aranha destrói a própria vida

Ao matar os vilões, Peter Parker começa a destruir a própria vida. A morte do Rei do Crime, por exemplo, traz consequências para o lado pessoal do Homem-Aranha.

Wilson Fisk tinha uma garantia de que vários segredos de Peter Parker fossem revelados com a morte do criminoso.

Ao mesmo tempo, o herói Mach-X, um ex-vilão da Marvel que muda de lado, morre também em consequência dessas ações. A conta mostrada no arco do Homem-Aranha é simples: morte causa mais mortes e destruição.

Nos quadrinhos da DC, o Batman sabe disso. Bruce Wayne entende que algo muito pior pode acontecer caso ele cruze essa linha.

Por isso, por mais que os anos passem, o Batman sempre tentará encontrar outra maneira de parar os vilões na DC.

Spider-Man: Spider’s Shadow #3 está disponível na Marvel.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio