Publicidade

Nos quadrinhos

DC revela que herói da Liga da Justiça é na verdade um vampiro

História acontece em uma realidade alternativa

Publicado por Victor Carvalho

27/10/2021 10:00

Em DC Vs. Vampires #1, história em quadrinhos que acontece em uma realidade alternativa da DC, um antigo super-herói da Liga da Justiça é revelado como um vampiro: Hal Jordan, o Lanterna Verde.

Na trama, o personagem Andrew Bennett descobre que a Liga da Justiça já foi comprometida por dentro em uma grande ameaça envolvendo vampiros.

Quando Bennett chega à Sala de Justiça, ele é recebido pelo Lanterna Verde e escoltado até a ala médica da instalação dos super-heróis.

Enquanto Bennett explica os detalhes dos planos malignos do novo líder dos vampiros para Hal, sua história é interrompida pela chegada de Zan, dos Supergêmeos. Em uma reviravolta, Hal revela-se um vampiro, antes de atacar Zan e Bennett.

As circunstâncias da conversão do Lanterna Verde em um vampiro são desconhecidas, mas ele parece estar trabalhando para outra pessoa.

O Lanterna Verde não mostra nenhum remorso ao matar um colega de equipe da Liga da Justiça e descarta qualquer evidência restante na Sala de Justiça, ao mesmo tempo que revela que seu Anel de Poder o protege dos efeitos mortais da luz solar.

Mais sobre Hal Jordan, o Lanterna Verde

Hal Jordan é o Lanterna Verde mais popular da DC, embora John Stewart também seja muito conhecido, especialmente no Brasil.

Hal Jordan é um ex-piloto de combate que se tornou membro e ocasionalmente líder da Tropa dos Lanternas Verdes, bem como membro fundador da Liga da Justiça, ao lado de heróis como Batman, Superman, Mulher-Maravilha e Flash.

Ele luta contra o mal em todo o universo com um anel que lhe concede uma variedade de superpoderes, mas geralmente é retratado como um dos protetores do Setor 2814, que é o setor onde a Terra reside.

No cinema, Hal Jordan foi interpretado por Ryan Reynolds em Lanterna Verde. A produção, que pode ser assistida pela Netflix e pela HBO Max, ficou marcada como uma grande decepção de crítica e bilheteria.

Publicidade