Mais do que você gosta.

Publicidade

Nos quadrinhos

DC dá nova origem nojenta para o Pacificador

Em live-action, o personagem é interpretado por John Cena

Publicado por Victor Carvalho

24/01/2022 20:30

Enquanto Pacificador estrela sua própria popular e aclamada série original da HBO Max, a versão em quadrinhos do anti-herói armado tem sua trágica e nojenta história de origem explorada em um novo gibi (via Comic Book Resources).

O escritor Garth Ennis e o artista Garry Brown estão se unindo para a história em quadrinhos Peacemaker: Disturbing the Peace #1, publicada pelo selo Black Label da DC para leitores maduros.

Continua depois da publicidade

Em uma prévia da edição, Christopher Smith se reúne com uma psiquiatra para ver se seu perfil psicológico o permitirá ingressar no Esquadrão Suicida, e relata uma tragédia macabra atrás da outra que viveu em tenra idade.

Desde o início da era da Fronteira Infinita, Pacificador tem sido um elemento importante do Esquadrão Suicida, enquanto Amanda Waller expande a missão da Força-Tarefa X para eventualmente assumir e controlar a Terra-3, lar do Sindicato do Crime.

No entanto, depois que Waller enviou Pacificador em uma missão perigosa para apreender o Monstro do Pântano, ele foi libertado pelo “Protetor do Verde”.

Sentindo que Waller impediu sua missão de alcançar a paz total a qualquer custo, Pacificador encontrou um aliado improvável, Rick Flag, e se juntou ao próprio esquadrão do Coronel para derrubar Waller.

Uma nova origem para o Pacificador nos quadrinhos

A história de Ennis e Brown oferece uma visão muito mais sombria do que fez de Pacificador a figura letal inabalável que ele é nos quadrinhos hoje.

Embora essa origem difira significativamente da história de fundo retratada na série do Pacificador na HBO Max, ela fornece a Smith uma juventude ainda mais sombria e sangrenta e que o coloca precariamente na linha moral entre herói e vilão.

Peacemaker: Disturbing the Peace #1 é escrita por Garth Ennis e ilustrada por Garry Brown, com cores de Lee Loughridge e letras de Rob Steen.

A arte de capa principal foi feita por Juan E. Ferreyra, com capas variantes contribuídas por Garry Brown, Loughridge, Ryan Brown, Amanda Conner e Alex Sinclair. A edição estará à venda em 25 de janeiro pela DC Comics.

Enquanto isto, a série do Pacificador pode ser assistida pela HBO Max.

Publicidade