Mais do que você gosta.

Publicidade

Nos quadrinhos

Marvel muda a origem do Homem-Aranha de forma controversa

Não se sabe ainda se editora pode levar a mesma alteração para o MCU

Publicado por Bruno Tomé

03/01/2022 22:00

Alerta de spoilers

Na atual história do Homem-Aranha nos quadrinhos da Marvel, há três versões do herói em Nova York. Com esse mesmo novo cenário, O Espetacular Homem-Aranha #83 traz uma mudança controversa na origem do Cabeça de Teia.

As três versões do personagem são Ben Reilly, que é basicamente um clone do Peter Parker; Miles Morales; e o próprio Peter Parker. O Homem-Aranha original está no hospital se recuperando de uma doença causada pela radiação.

Continua depois da publicidade

Para se curar, Peter Parker está travando uma batalha interna. Como esperado, a Marvel dá diversas alucinações ao herói.

Uma delas, inclusive, tem uma experiência de quase morte. O Homem-Aranha principal chega a ver um monstro no porão do hospital.

Em um outro momento, o herói da Marvel tem um flashback. A memória da infância é com o Tio Ben e traz uma grande mudança na origem do personagem, que acaba sendo controversa.

Mudança na história de origem do Homem-Aranha

A memória mostra que o Peter Parker criança tinha um boneco do Capitão América. Pode não ser um grande negócio – mas acaba se tornando uma grande influência quando se pensa na história do Homem-Aranha.

Peter Parker decide se tornar um herói por causa do Tio Ben. O personagem cria o próprio conceito na Marvel e até costura o próprio traje.

Agora, se Peter tinha o contato com outros heróis, como o Capitão América, a Marvel coloca que Steve Rogers, mesmo indiretamente, é uma inspiração para o Homem-Aranha.

Conhecendo o outro herói, Peter Parker pode ter usado ele como inspiração, ou ainda o personagem ficou na cabeça dele, o levando, sem querer, a seguir o exemplo.

Essa situação controversa já virou assunto no cinema. Christopher Nolan, por exemplo, não quis qualquer outro herói da DC nos filmes dele do Batman, estrelados por Christian Bale.

A ideia era justamente mostrar que Bruce Wayne criou tudo sozinho, sem ter qualquer inspiração.

O Espetacular Homem-Aranha #83 está disponível na Marvel.

Publicidade