Emmy 2015 | As maiores esnobadas e surpresas da premiação

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com as mudanças nas regras de votação, o Emmy deste ano, realizado na noite de domingo (20), se mostrou uma cerimônia imprevisível e cheia de altas emoções.

Veja a lista completa dos vencedores

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Observatório do Cinema preparou a seguir uma lista com as maiores decepções e surpresas da premiação. Confira:

 

As maiores esnobadas

Jonathan Banks, de Better Call Saul, era considerado o favorito, mas perdeu para Peter Dinklage (Game of Thrones), que nem se deu ao trabalho de escrever um discurso – de tão confiante que não iria ganhar;

– A temporada final de Mad Men não foi lembrada nas categorias de roteiro e direção; ao invés disso a Academia resolveu premiar apenas seu protagonista, Jon Hamm, sempre perdedor na categoria de melhor ator;

American Horror Story: Freak Show saiu de mãos vazias nas categorias de atuação – esta é a primeira temporada da série que não leva nada;

Unbreakable Kimmy Schmidt recebeu 7 indicações, mas também foi esnobada pela premiação.

As maiores surpresas

Game of Thrones ganhando o respeito da Academia e vencendo as categorias principais, como melhor série dramática, direção e roteiro – um recorde do Emmy, que nunca antes havia premiado tanto uma única série numa edição;

David Nutter vencendo o Emmy de direção por Game of Thrones. Ele costuma dirigir pilotos de seriados, mas seu primeiro Emmy em uma série não foi por um episódio inaugural;

Regina King vencendo como melhor coadjuvante por American Crime e “passando a perna” nas favoritas Sarah Paulson e Kathy Bates, ambas de American Horror Story: Freak Show;

The Voice destronando The Amazing Race pela segunda vez como melhor reality show;

Tony Hale, de Veep, superando o favorito Tituss Burgess, de Unbreakable Kimmy Schmidt, como melhor ator coadjuvante de comédia;

Veep fazendo a limpa nas categorias de comédia, desbancando a vencedora até então invicta Modern Family, e Olive Kitteridge nas categorias de minissérie/telefilme.

Tudo sobre: Emmy 2015

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio