A Marvel anunciou S.J. Clarkson como diretora de Jessica Jones, série sobre a heroína dos quadrinhos produzida pelo estúdio com a Netflix. Ela dirigiu os dois primeiros episódios, além de servir como produtora executiva do piloto.

“A visão de S.J. sobre o material é espetacular”, disse Jeph Loeb, chefe do setor de TV da Marvel. “Ela tirou performances do nosso elenco que não são nada menos do que notáveis. Quando o mundo conhecer o nome de Jessica Jones, será em grande parte ao talento de S.J. Nós mal esperamos para trabalhar com ela novamente”, elogiou.

A primeira temporada com 13 episódios será disponibilizada pela rede de streaming em 20 de novembro.


Série tem suas primeiras fotos

Desde que sua curta jornada como super-heroína terminou em tragédia, Jessica Jones (Krysten Ritter) vem reconstruindo sua vida pessoal e carreira como uma temperamental e sarcástica detetive particular em Hell’s Kitchen, bairro de Nova York. Atormentada por autodepreciação e um forte caso de estresse pós-traumático, Jessica luta contra demônios interiores e exteriores, usando suas extraordinárias habilidades para aqueles que precisam… especialmente se eles estão dispostos a pagar a conta, diz a sinopse oficial.

Vazam títulos e durações de episódios da série

Completam o elenco do seriado: Mike Colter como Luke Cage, marido da heroína; Rachael Taylor (666 Park Avenue) como Trish Walker, melhor amiga de Jessica e alter-ego da heroína Felina; David Tennant (Doctor Who) como o vilão Zebediah Killgrave/Homem Púrpura; e Carrie-Anne Moss (franquia Matrix) como Harper, aliada poderosa de Jessica.

Heroína será bêbada e briguenta na série

As próximas séries da parceria Marvel/Netflix são Luke Cage e Punho de Ferro – todos os heróis depois se reunião na minissérie Os Defensores, uma versão em escala menor de Os Vingadores.

Série da heroína terá crossover com Demolidor

Tudo sobre: Jessica Jones