Atenção para os spoilers do último episódio, abaixo!

American Horror Story: Hotel retornou à Casa Assassina (Murder House) da primeira temporada da série em seu último episódio, exibido nesta quarta-feira (11) nos EUA.

Intitulado “Room 33”, o episódio começou em 1926, com a Condessa (Lady Gaga) chegando à infame casa que abrigou a família Harmon na temporada inaugural. Matt Ross reprisa o papel de Dr. Montgomery quando a Condessa, grávida, procura o médico para tirar seu bebê. Montgomery até tenta realizar o aborto, mas a criança sai viva dentro da personagem de Lady Gaga e mata a enfermeira, confirmando a ligação da atual quinta temporada de AHS com a primeira – pelo visto, não é só na vida real que Gaga é “mãe de monstrinhos”…


O restante do episódio se passa nos dias atuais, onde o amor está no ar no sombrio Hotel Cortez, já que nasce uma relação entre Liz Taylor (Dennis O’Hare) e Tristan (Finn Wittrock).

Enquanto isso, a Condessa tenta “entrosar” Tristan e Will Drake (Cheyenne Jackson); John Lowe (Wes Bentley), por sua vez, fica ainda mais próximo da insanidade, graças à nova condição de vampira da esposa Alex (Chloe Sevigny), que faz John se questionar se ele pode confiar no que seus olhos veem.

american-horror-story-hotel-506-lady-gagaA volta do Anticristo?

Ramona (Angela Bassett) e Donovan (Matt Bomer) vão ao Cortez para colocar em prática o plano de matar a criança da Condessa, mas quando Donovan desiste da ideia, por ainda estar apaixonado pela vampira, Ramona se alia com Iris, que vai ao Quarto 33 para encontrar Bartholomew, o bebê da Condessa – que, tudo indica, se trata do anticristo criado pela personagem de Jessica Lange em American Horror Story: Murder House. No entanto, a criança ataca Ramona e consegue escapar, se escondendo na bagagem de john, que resolve deixar o Hotel assombrado.

O episódio também trouxe os retornos de Agnetha (Helena Mattsson) e Vendela (Kamilla Alnes), as belas jovens vitimadas no primeiro episódio de American Horror Story: Hotel, como fantasmas e com uma atormentante vida pós-morte, vagando pelos corredores do Hotel para tentar encontrar a atração de Velozes e Furiosos no parque do Universal Studios. O personagem de Darren Criss sofreu um destino tão horrível quanto o das moças, vagando pela eternidade em busca de uma couve fresca.

No final de “Room 33”, a Condessa retorna de uma viagem a Paris com Will, que parece finalmente ter se rendido aos encantados da vampira, mas o bom humor dela acaba quando Liz confessa à Condessa seu amor por Tristan. Num ato de total egoísmo, porém, a Condessa corta a garganta de Tristan, devastando Liz.

Ao contrário de Tristan, a Condessa termina o episódio com um final feliz ao ter Bartholomew de volta, são e salvo, graças a Alex. As perguntas que ficaram para o próximo episódio, “Flicker”: Tristan realmente morreu? E a Condessa perdeu uma de suas mais leais criações (Liz) só para ganhar a confiança de outra (Alex)?

O novo episódio de American Horror Story: Hotel, o sétimo da temporada, irá ao ar em 18 de novembro nos EUA. Veja o trailer:

 

Tudo sobre American Horror Story: Hotel