The Walking Dead encerra o ano com tensão, morte e chegada de Negan

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção para os spoilers do último episódio!

The Walking Dead encerrou a primeira metade de sua sexta temporada neste domingo (29) com um episódio tenso e fiel ao seu material de origem e que, mesmo poupando a maioria dos sobreviventes, introduziu a maior ameaça até então a ser enfrentada por eles.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia a crítica do episódio

O episódio, “Start to Finish”, adaptou em grande parte eventos dos quadrinhos, começando exatamente de onde o último parou, com a queda dos portões de Alexandria e a comunidade sendo tomada pelo caos e uma horda de zumbis.

Deanna (Tovah Feldshuh), que apenas recentemente aprendeu como matar os errantes, foi deixada para morrer após ser mordida durante um ataque (Douglas, o líder de Alexandria nas HQs, morre durante o mesmo ataque nas páginas). Assim que seu fatídico destino é traçado, Deanna entrega mensagens escritas para seu filho Spencer e Maggie e ainda pede para Rick cuidar do seu rebento.

Optando por deixar Deanna para trás, Rick (Andrew Lincoln), Carl (Chandler Riggs), Jessie (Alexandra Breckenridge) e seus filhos, Ron (Austin Abrams) e Sam (Major Dodson), assim como Michonne (Danai Gurira) e o Padre Gabriel (Seth Gilliam) espalham em si mesmos entranhas de zumbis numa tentativa de fugir do ataque com a bebê Judith. Entretanto, assim como nos quadrinhos, o plano não sai conforme o esperado quando Sam surta e é paralizado pelo medo ao se deparar com um errante. Carl depois inicia um tenso confronto com Ron, mas consegue se manter são e salvo.

Enquanto isso, Denise (Merritt Wever), Morgan (Lennie James) e Carol (Melissa McBride) ficam presos em uma casa onde um membro dos Lobos está mantido refém, mas os dois últimos iniciam um duelo pelo destino do Lobo – Carol quer matá-lo enquanto Morgan preza pela vida dele.

O episódio se encerra com Sam e o grupo em meio a um mar de zumbis, o Lobo levando Denise como refém, Glenn (Steven Yeun) e Enid (Katelyn Nacom) observando o ataque à Alexandria de uma distância segura, e Maggie (Lauren Cohan) deixada em um posto de guarda comprometido por errantes.

Uma cena bônus, que adianta a premissa da segunda parte da temporada, mostra Daryl (Norman Reedus), Sasha (Sonequa Martin-Green) e Abraham (Michael Cudlitz) sendo capturados por uma gangue de motoqueiros que exige as armas deles e murmura uma temida palavra aos sobreviventes: Negan (Jeffrey Dean Morgan).

A midseason finale de The Walking Dead então é encerrada preparando terreno para um futuro incerto e ainda mais ameaçador aos sobreviventes, que terão de batalhar contra errantes, Lobos e o grupo de Negan no retorno da série, em 14 de fevereiro.

A introdução de Negan em carne e osso em The Walking Dead acontecerá no final da sexta temporada.

Tudo sobre: The Walking Dead

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio