Gotham termina ano com morte brutal de vilão e introdução do Senhor Frio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção para spoilers do último episódio!

Fazendo jus ao seu subtítulo, “Rise of the Villains” (Ascensão dos Vilões), a segunda temporada de Gotham foi encerrada nesta segunda-feira (30) nos EUA dedicando o seu último episódio do ano aos seus antagonistas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Intitulado “Worse Than a Crime”, o episódio marcou a queda de um vilão, Theo Galavan (James Frain), e o surgimento de outro, o icônico Senhor Frio (Nathan Darrow). Estes foram os dois grandes destaques do capítulo.

Theo foi (aparentemente) morto de maneiras brutais – sim, não apenas uma: ele foi espancado quase até a morte pelo Pinguim com um taco de beisebol, depois teve um guarda-chuva enfiado em sua garganta e ainda levou um tiro na cabeça de Jim Gordon.

No entanto, o corpo de Theo não foi despachado para um necrotério, e sim para o instituto secreto de pesquisas de Indian Hill, comandado pelo Professor Hugo Strange (que será introduzido em breve em Gotham), se juntando à vilã Vagalume. Strange faz experiências terríveis com humanos e a menção de que ele tem “grandes planos para Theo” levantou dúvidas de que o personagem – e a série – talvez tragam, de alguma forma, Galavan de volta.

Os minutos finais do episódio foram marcados pela introdução de Victor Fries/Senhor Frio e sua arma de congelamento. Logo de cara percebe-se que a versão de Gotham do personagem se distanciou e muito da encarnação de Arnold Schwarzenegger no filme de 1997 Batman e Robin.

Embora tenha sido breve, a estreia do Senhor Frio na série já indica a ameaça arrepiante que ele vai representar na segunda parte da temporada, que começa a ser exibida em 29 de fevereiro nos EUA. O vilão já teve sua presença confirmada nos episódios 12 e 13.

Tudo sobre: Gotham

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio