“Soft Kitty”, a música de ninar que Penny canta para Sheldon em The Big Bang Theory, está no meio de uma controvérsia jurídica.

Segundo a agência de notícias AP, a emissora CBS e a produtora Warner Bros. estão sendo processadas pelas filhas de Edith Newlin, uma professora de New Hampshire que escreveu um poema sobre um “gatinho fofo” (soft kitty) nos anos 1930. As herdeiras de Newlin, que morreu em 2004, alegam violação de direitos autorais e acusam a série de ter usado as letras da canção sem a devida permissão.

A canção “Soft Kitty” foi ouvida em pelo menos oito episódios de The Big Bang Theory, além de ter sido usada no merchandising da atração.


Uma das filhas de Edith Newlin, Ellen Newlin Chase, descobriu a versão de “Soft Kitty” para Big Bang em agosto de 2014, enquanto pesquisava sobre a história da mãe e se deparou com a música na postagem de um blog sobre a série.

Além do processo, The Big Bang Theory também tem seu futuro ameaçado, já que o produtor Steven Molaro falou sobre a possibilidade da sitcom terminar após a décima temporada – leia aqui.

A atual nona temporada de The Big Bang Theory estreou em 21 de setembro nos EUA e chegou uma semana depois ao Brasil pelo canal pago Warner.

Após o hiato de fim de ano, a série retorna com episódio inédito em janeiro na TV americana.